APRESENTAÇÃO

A Unochapecó, desde sua implantação, tem se envolvido com sua comunidade e oferecido soluções à altura da sua importância como instituição comunitária comprometida com o desenvolvimento regional.

Para ampliar as ações já realizadas por meio dos cursos de graduação, especialização e mestrado, dos programas de extensão e dos projetos de pesquisa, e transformar a região numa referência em desenvolvimento econômico e científico, a Unochapecó apresenta o Parque Científico e Tecnológico Chapecó@.

Concebido em parceria com o poder público, o Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ nasce com a missão de potencializar o crescimento econômico, produzir e disseminar conhecimento, agregar valor à produção local e qualificar mão de obra. Com foco em inovação e tecnologia, o Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ vai transformar o cenário econômico e científico regional.

O Parque Chapecó@ surge com um conjunto de ações que voltam-se a estruturar projetos inovadores e como o elemento agregador e fomentador de um Sistema Regional de Inovação, a ser constituído, que poderá se constituir em um dos principais instrumentos de desenvolvimento da região oeste catarinense.

Os principais objetivos do Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ são:


  • a) fortalecer a produção acadêmica local, disponibilizando novas fontes de financiamento e aproximando os pesquisadores das problemáticas regionais;
  • b) criar condições para consolidar e ampliar os programas de pós-graduação stricto sensu e lato sensu na região;
  • c) fomentar o desenvolvimento de atividades produtivas com base na inovação, viabilizando o desenvolvimento de uma economia focada na agregação de valor no oeste catarinense;
  • d) criar condições para absorver e manter profissionais altamente qualificados nas IES (mestres e doutores) e na economia regional;
  • e) fomentar o empreendedorismo e a inovação nos processos de formação profissional dos cursos superiores de graduação e pós-graduação da região;
  • f) fomentar o desenvolvimento regional através da implementação de processos de inovação nas organizações;
  • g) fortalecer empresas de base tecnológicas que atuam na região.
  • h) viabilizar o surgimento de novos empreendimentos a partir das iniciativas dos estudantes locais;
  • i) impulsionar o empreendedorismo e o crescimento empresarial como forma de apoio ao desenvolvimento regional, buscando a colaboração da Universidade com o setor público e o privado, aumentando a atividade científica e tecnológica nas matrizes locais.