Perfil dos pacientes amputados de membros inferiores atendidos por um centro de referência: estudo clínico e epidemiológico

Autores

  • Helen Cristina Monteiro Centro Universitário do Sul de Minas Gerais – Unis
  • Vaneska de Fátima Amorim Silva Centro Universitário do Sul de Minas – Unis.
  • Mônica Beatriz Ferreira Centro Universitário do Sul de Minas Gerais – Unis
  • Danillo Barbosa Universidade Estadual do Centro Oeste do Parana - Unicentro http://orcid.org/0000-0002-1353-1084
  • Cíntia Aline Martins Universidade Federal de Alfenas – Unifenas
  • Bruno Bonfim Foresti Centro Universitário do Sul de Minas – UNIS.

DOI:

https://doi.org/10.22298/rfs.2018.v6.n1.4507

Palavras-chave:

Crises capitalistas, Contrarreformas, Ensino médio.

Resumo

Introdução: A caracterização do perfil clínico e epidemiológico de pacientes submetidos a amputação se faz necessária a fim de aprimorar os cuidados e promover orientações a prevenção de agravos de saúde. Objetivo: Caracterizar o perfil clínico e epidemiológico dos pacientes amputados de membros inferiores, que recebem atendimento em um centro de referência. Método: Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas – FEPESMIG, CAAE 61758616.1.0000.5111. Trata-se de um estudo observacional com desfecho qualitativo. A amostra constituiu-se de 60 indivíduos amputados de membros inferiores que recebem atendimento no centro de referência em medicina física e reabilitação em Minas Gerais, onde foram realizadas as coletas dos dados. Resultados: Os dados apontam que as variáveis clínicas e epidemiológicas predominantes foram gênero masculino, com idade média de ±60.18 anos, baixo nível de escolaridade e renda, amputação por etiologia vascular/diabética, nível de amputação transfemoral, hemicorpo esquerdo e tempo de amputação médio de ±27 meses. As variáveis etiologia e faixa etária (p<0,05), etiologia e nível de amputação (p<0,01) estiveram correlacionadas significativamente. Conclusão: Destaca-se a relevância dos estudos de caracterização clínica e epidemiológica neste público, visando colaborar para a criação de métodos preventivos eficazes no qual o público-alvo a ser alcançado são os indivíduos do gênero masculino, com idade avançada e, com doenças vasculares, como o diabetes.

Biografia do Autor

Helen Cristina Monteiro, Centro Universitário do Sul de Minas Gerais – Unis

Fisioterapeuta. Graduada pelo Centro Universitário do Sul de Minas Gerais – Unis

Vaneska de Fátima Amorim Silva, Centro Universitário do Sul de Minas – Unis.

Fisioterapeuta. Graduada pelo Centro Universitário do Sul de Minas – Unis.

Mônica Beatriz Ferreira, Centro Universitário do Sul de Minas Gerais – Unis

Fisioterapeuta. Graduada pela Universidade de Alfenas – Unifenas. Mestre em Gerontologia pela Universidade Estadual de Campinas – Unicamp. Coordenadora do Curso de Fisioterapia do Centro Universitário do Sul de Minas Gerais – Unis.

Danillo Barbosa, Universidade Estadual do Centro Oeste do Parana - Unicentro

Fisioterapeuta. Doutor em Engenharia Biomédica pela Universidade Camilo Castelo Branco (UNICASTELO). Mestre em Engenharia Biomédica pela Universidade do Paraíba (UFPB). Atua como docente da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO).

Cíntia Aline Martins, Universidade Federal de Alfenas – Unifenas

Fisioterapeuta. Graduada pelo Centro Universitário do Sul de Minas Gerais - Unis. Mestranda em Ciências da Reabilitação pela Universidade Federal de Alfenas – Unifenas.

Bruno Bonfim Foresti, Centro Universitário do Sul de Minas – UNIS.

Fisioterapeuta. Graduado pelo Centro Universitário do Sul de Minas Gerais – Unis. Mestrando em Fisioterapia na UNICID - Universidade Cidade de São Paulo. Docente Curso de Fisioterapia no Centro Universitário do Sul de Minas – UNIS.

Downloads

Publicado

2018-12-05

Como Citar

MONTEIRO, H. C.; SILVA, V. de F. A.; FERREIRA, M. B.; BARBOSA, D.; MARTINS, C. A.; FORESTI, B. B. Perfil dos pacientes amputados de membros inferiores atendidos por um centro de referência: estudo clínico e epidemiológico. Revista FisiSenectus, Chapecó, Brasil, v. 6, n. 1, p. 38–47, 2018. DOI: 10.22298/rfs.2018.v6.n1.4507. Disponível em: http://bell.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/fisisenectus/article/view/4507. Acesso em: 12 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos