Capacidade funcional de idosos acompanhados pela fisioterapia de uma unidade de Atenção Primária à Saúde

Autores

  • Carine Sousa dos Santos Escola de Saúde Pública do Ceará
  • Patrícia Moreira Costa Collares Universidade Federal do Ceará
  • Anairtes Martins de Melo CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIFANOR WYDEN
  • Gerídice Lorna Andrade de Moraes Secretária Municipal de Saúde de Fortaleza/Ce
  • Maria Raquel Lima Lacerda Escola de Saúde Pública do Ceará
  • Danielle Hortencio Pereira dos Santos Secretária Municipal de Saúde de Fortaleza.

DOI:

https://doi.org/10.22298/rfs.2019.v7.n2.5120

Resumo

Introdução: a avaliação da capacidade funcional obtém foco no exame do avaliado e objetiva indicar o nível máximo de funcionalidade que um indivíduo pode atingir em um dado domínio em dado momento, é um indicador de saúde que se relaciona com a qualidade de saúde e aspectos biopsicossociais. Objetivo: avaliar a capacidade funcional dos idosos acompanhados por uma unidade de Atenção Primária à Saúde pela Fisioterapia e descrever o perfil sociodemográfico e familiar e os dados antropométricos dos entrevistados. Materiais e métodos: realizou-se um estudo transversal, descritivo, com abordagem quantitativa no período de dezembro de 2018 a fevereiro de 2019 em Fortaleza/CE. Coletaram-se dados de 35 idosos utilizando um questionário acerca do perfil sociodemográfico e familiar dos pesquisados e a Short Physical Performance Battery. Resultados: na amostra, houve predomínio de mulheres, entre 60 e 69 anos, casadas, domésticas e sedentárias. A maioria das entrevistadas está com sobrepeso, entretanto a minoria apresentou sarcopenia. Quanto à capacidade funcional, predomina moderado desempenho físico, tendo o pior resultado a etapa de sentar-levantar do teste. Conclusões: a avaliação da capacidade funcional demonstrou a extratificação de idosos em vulnerabilidade física, requerendo o desenvolvimento de ações de intervenção em grupos ou projetos terapêuticos no território.

Palavras-chave: Idoso; Atenção Primária à Saúde; Fisioterapia.

Biografia do Autor

Carine Sousa dos Santos, Escola de Saúde Pública do Ceará

Fisioterapia pelo Centro Universitário UniFanor Wyden (2016.1). Especialista em Saúde da Família pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (2018). Residente em Saúde da Família e Comunidade – Residência Integrada em Saúde da Escola de Saúde Pública do Ceará (em conclusão).

Patrícia Moreira Costa Collares, Universidade Federal do Ceará

Fisioterapeuta pela Universidade de Fortaleza (bolsista CNPq - 2007), Especialista em Fisioterapia Respiratória e  cardiovascular (2009), Especialista em Gestão e Docência do Ensino Superior (2011), Mestre em Saúde Coletiva (bolsista Capes). Doutora em Saúde Coletiva (Unifor/UFC/UECE), bolsista Funcap, durante o ano de 2011. Professora Adjunto (DE) da Universidade Federal do Ceará (UFC) e no Mestrado em Saúde da Família (RENASF/Fiocruz/UFC).

Anairtes Martins de Melo, CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIFANOR WYDEN

Fisioterapeuta pela Universidade de Fortaleza (1998), Mestre em Ensino na Saúde pela Universidade Estadual do Ceará (2015). Atualmente, é professora do Centro Universitário UniFanor Wyden, no curso de graduação em Fisioterapia.

Gerídice Lorna Andrade de Moraes, Secretária Municipal de Saúde de Fortaleza/Ce

Enfermeira pela Universidade Estadual do Ceará (1997), graduada em Licenciatura Plena em Enfermagem pela Universidade Estadual do Ceará (1998), Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará
(UFC), Doutora em Enfermagem pela UFC, Especialista em Gerontologia Titulada pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), Especialista em Saúde da Família pela Escola de Saúde Pública, Articuladora da Atenção Primária à Saúde do município de Fortaleza (SMS). Docente do Centro Universitário Christus e da Universidade de Fortaleza. Pesquisadora responsável pelo Grupo de Estudo e Pesquisa em Gestão de Enfermagem (GEPGENF). Professora do curso de pós-graduação em Gerontologia da UniAteneu, professora
do curso de Especialização em Saúde do Idoso da Universidade Estadual do Ceará. Conselheira Titular do
Conselho Nacional de Saúde (CNS), Titular do Conselho Municipal do Idoso.

Maria Raquel Lima Lacerda, Escola de Saúde Pública do Ceará

Nutricionista pela Universidade Estadual do Ceará. Residência em Saúde da Família e Comunidade pela Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE) pela Residência Integrada em Saúde (RIS). Diretora de Administração do Sindicato dos Nutricionistas do Estado do Ceará (Sindnuce).

Danielle Hortencio Pereira dos Santos, Secretária Municipal de Saúde de Fortaleza.

Fisioterapeuta pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Fisioterapeuta do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica do Município de Fortaleza/CE e do Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMIUnifor) e preceptora do Núcleo de Fisioterapia pela Residência Integrada em Saúde da Escola de Saúde Pública do Ceará (RIS/ESP-CE), na ênfase Saúde da Família e Comunidade.

Publicado

2020-04-23

Como Citar

Santos, C. S. dos, Collares, P. M. C., Melo, A. M. de, Moraes, G. L. A. de, Lacerda, M. R. L., & Santos, D. H. P. dos. (2020). Capacidade funcional de idosos acompanhados pela fisioterapia de uma unidade de Atenção Primária à Saúde. Revista FisiSenectus, 7(2), 23-38. https://doi.org/10.22298/rfs.2019.v7.n2.5120

Edição

Seção

Artigos