A COMPETITIVIDADE TURÍSTICA E O DESENVOLVIMENTO HUMANO EM DESTINOS BRASILEIROS

Autores

  • Giulia Xisto de Oliveira Universidade Federal de Santa Maria
  • Jessica da Silva Maciel Universidade Federal de Santa Maria
  • Beatriz Klimeck Universidade Federal de Santa Maria
  • Carlos Rafael Costa Röhrig Universidade Federal de Santa Maria
  • Luciana Davi Traverso

DOI:

https://doi.org/10.22277/rgo.v14i3.5209

Palavras-chave:

Turismo. Competitividade. Índice de Competitividade. IDHM. Destinos Indutores.

Resumo

O setor turístico tem ganhado destaque como campo de estudo, despertando interesse crescente nos pesquisadores, principalmente no que tange a sua competitividade. Isso ocorre em razão da atividade turística ter adquirido vasta relevância devido ao impacto positivo gerado no crescimento econômico de uma região ou localidade. Este estudo analisa os Índices de Competitividade (IC) de 65 destinos indutores, bem como sua relação com o Índice de Desenvolvimento Humano por Municípios (IDHM). A metodologia utilizada para análise dos dados foi a estatística descritiva, complementada com a Correlação de Pearson na análise da relação entre o IC e o IDHM. Os resultados apontam que há uma relação forte e significativa entre as variáveis IC e IDHM. Este trabalho contribui para evidenciar a relação entre desenvolvimento humano das cidades e a competitividade da atividade turística, evidenciando a tendência que os municípios com elevado IDHM sejam também os com IC elevado.

Biografia do Autor

Luciana Davi Traverso

Universidade Federal de Santa Maria

Publicado

2021-07-02