AVIFAUNA PRELIMINAR DA SERRA GERAL, REGIÃO CENTRAL DO BRASIL: CONSERVAÇÃO DE AVES CAMPESTRES NO BIOMA CERRADO E A CONTRIBUIÇÃO DAS BRIGADAS DE INCÊNDIO NO CONHECIMENTO DA BIODIVERSIDADE

BIRDS OF THE SERRA GERAL, CENTRAL REGION OF BRAZIL, CERRADO BIOME

Autores

  • Tulio Dornas PosDoc PPGCiamb-UFT
  • Crizanto Brito de Carvalho
  • Joaz Severo dos Anjos
  • Hericlei Severo dos Anjos
  • Demir Joaquim da Costa
  • Lauana Costa Nogueira

DOI:

https://doi.org/10.24021/raac.v19i1.5959

Palavras-chave:

Aves do Cerrado. Aves endêmicas. Unidades de Conservação. Registros notáveis.

Resumo

Poucos são os estudos ornitológicos realizados na Serra Geral, região central do Brasil e relevante remanescente do bioma Cerrado. Desta forma, apresentamos uma listagem preliminar da avifauna registrada em oito localidades inventariadas no período de setembro 2019 e agosto de 2020 na interface vale, encosta e chapada da Serra Geral, entre os estados de Goiás, Bahia e Tocantins. Além disso, destacamos o potencial papel das brigadas de incêndios na descoberta de registros inéditos da biodiversidade. Foram registradas 117 espécies de aves, sendo 10 endêmicas do bioma Cerrado, quatro ameaçadas de extinção em âmbito nacional e seis ameaçadas globalmente. A listagem apresentada demonstra que a Serra Geral é marcada pelo predomínio de aves típicas das formações campestres do Cerrado. Ademais, as prospecções permitiram a realização de registros extremamente notáveis: o terceiro registro de Knipolegus nigerrimus para estado do Tocantins e os registros inéditos de Synallaxis spixi para Goiás e de Micropygia schomburgkii para Bahia, este último efetuado pela brigada de incêndio durante combate aos incêndios florestais. Este estudo preenche, ainda que preliminarmente, lacuna de conhecimento acerca da avifauna da Serra Geral, demonstrando o papel desta região na conservação de espécies tipicamente campestres e ameaçadas de extinção do Cerrado.

Publicado

2022-04-18