EXTENSÃO E INTERCULTURALIDADE: contribuições para a extensão universitária numa perspectiva decolonial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v24i1.7107

Palavras-chave:

Extensão. Imigração. Perspectiva decolonial. Interculturalidade.

Resumo

O objetivo deste artigo é relatar a experiência resultante da atuação em três edições do Programa Expedição do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), em que desenvolvemos atividades extensionistas na cidade de Espírito Santo do Dourado-MG, nos anos de 2017 a 2019. No âmbito deste programa, tivemos contato com os dilemas socioculturais enfrentados pela comunidade advinda do processo migratório que ocorre no município, onde há um fluxo intenso de famílias das regiões Norte e Nordeste, as quais têm sido atraídas por oferta de trabalho em lavouras de morango e se deslocado para o município. Mesmo não constando nas demandas que o município apresentou ao programa, ao identificarmos este fenômeno, direcionamos nossas ações com o objetivo de contribuir com aquela comunidade na compreensão das diferenças culturais como elementos agregadores àquela sociedade, utilizando-se de metodologias de educação popular em interlocução com a perspectiva decolonial, em que, orientados pela interculturalidade crítica, buscamos desenvolver as ações extensionistas para se conduzir uma interlocução com a comunidade na busca por contribuir para a difusão da valorização da diversidade, do pluralismo e do princípio inclusivo. Nesse cenário, obtivemos adesão da comunidade local e apoio da gestão municipal, o que possibilitou que retornássemos nos dois anos seguintes contribuindo para que se desenvolvesse um trabalho continuado.

Biografia do Autor

Fábio Geraldo de Ávila, Univas - Universidade Vale do Sapucai

Doutorando em Educação Conhecimento e Sociedade (UNIVÁS), Mestre em Bioética ( UNIVÁS) Especialista em Filosofia (UFOP) e Bacharel em Serviço Social (UNIFEG). Atua no IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas  como Assistente Social e desenvolve projetos de ensino, pesquisa e extensão focados no desenvolvimento socioambiental e sociabilidade. Membro do Grupo de Pesquisa Estudos e Pesquisa sobre Práticas no Cotidiano - CNPq. E-mail: fageavila@gmail.com

Ana Silvestre, Univas - Universidade Vale do Sapucai

Doutoranda em Educação Conhecimento e Sociedade (UNIVÁS), mestra em Políticas Públicas para Educação Profissional pela Universidade Federal de Brasília-UnB,  é membro do Grupo de Pesquisa em Políticas. Educação e Sociedade da Universidade Estadual de Campinas-GPPES e do Grupo Linguagem, Educação e suas Discursividades da UNIVAS-LEduDI. E-mail ana.silvestre@ifsuldeminas.edu.br

Flavio Oliveira Santos, UFLA -Universidade Federal de Lavras

Mestrando em Educação Ambiental e Científica pela Universidade Federal de Lavras, Licenciado em Ciências Biológicas pelo IFSULDEMINAS,  Licenciando em Pedagogia pela mesma instituição e Professor do Estado de Minas Gerais. E-mail: flaviooliveira.santos@ifsuldeminas.edu.br

Camila Claudiano Quina Pereira, Univas - Universidade Vale do Sapucai

Doutora e Mestre em Psicologia Social (PUC-SP), Especialista em Gestão de Pessoas e Projetos Sociais (UNIFEI), Psicóloga ( Mackenzie). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Práticas no Cotidiano – CNPq e docente no curso de Psicologia e no Programa de Pós Graduação em Educação, Conhecimento e Sociedade da UNIVÁS -Pouso Alegre – MG. E-mail: camilacquina@gmail.com

Referências

ALTMANN, Lori; ZWEETSCH, Roberto Ervino. Interculturalidade como espaço de construção de relações interétnicas decoloniais: reflexões a partir de projeto de extensão em escolas públicas. Expressa Extensão, [s. l.], v. 26, n. 3, p. 93-103, set./dez. 2021. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/expressaextensao/article/download/21184/pdf. Acesso em: 10 mar. 2022.

ÁVILA, Fábio Geraldo de. (Re) existir e (sobre) viver entre morangos: um estudo bioético acerca de imigrantes e seus direitos. 2020. Dissertação (Mestrado em Bioética) – Universidade do Vale do Sapucaí, Pouso Alegre, 2020.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Tradução: Myriam Ávila, Eliana Lourenço de Lima Reis e Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1998.

BICALHO, Ramofly. A dimensão educativa e o fazer pedagógico no movimento dos trabalhadores rurais sem terra. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 23, p. 1-21, 2021. Disponível em: https://bell.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/pedagogica/article/view/5574/3338. Acesso em: 10 mar. 2022.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm. Acesso em: 10 dez. 2021.

CANDAU, Vera Maria. Multiculturalismo e educação: desafios para a prática pedagógica. In: MOREIRA, Antonio Flávio; CANDAU, Vera Maria (Orgs.). Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

DULCI, Tereza Maria Spyer; MALHEIROS, Mariana Rocha. Um giro decolonial à metodologia científica: apontamentos epistemológicos para metodologias desde e para a América Latina. Revista Espirales, [s. l.], p. 174-193, 2021. Disponível em: https://revistas.unila.edu.br/espirales/article/view/2686/2472. Acesso em: 7 jul. 2021.

FORPROEX. Carta-Manifesto de Natal: 43º Encontro Nacional do Forproex. Natal: Forproex, 27 jun. 2018. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/renex/images/documentos/Carta_manifesto_de_Natal_2018.pdf. Acesso em: 20 set. 2021.

GADOTTI, Moacir. Convite à Leitura de Paulo Freire. São Paulo: Scipione, 1989.

GADOTTI, Moacir. Extensão universitária: para quê. Instituto Paulo Freire, São Paulo, v. 15, 2017.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução: Tomaz Tadeu da Silva, Guacira Lopes Louro. 9. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

HANCIAU, Nubia Jacques. O entre lugar. In: FIGUEIREDO, Eurídice (Org.). Conceitos de literatura e cultura. Juiz de Fora: Editora UFJF; Niterói: EdUFF, 2005. p. 215-141.

IFSULDEMINAS. Edital nº 42/2017. [Seleção de propostas de ações de extensão para o programa institucional “Expedição IFSULDEMINAS”]. Pouso Alegre: IFSULDEMINAS, 2017. Disponível em: https://portal.ifsuldeminas.edu.br/images/PDFs/editaisproex2017/expedicaoifsuldeminas/Edital_ExpedicaoIFSULDEMINAS_2017.pdf. Acesso em: 6 jul. 2021.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MUNSBERG, João Alberto Steffen; SILVA, Gilberto Ferreira da. A interculturalidade como estratégia de aproximação entre pesquisadores brasileiros e hispano-americanos na perspectiva da descolonização. ECCOS, São Paulo, n. 45, p. 21-40, jan./abr. 2018. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/pdf/eccos/n45/1983-9278-eccos-45-21.pdf. Acesso em: 10 mar. 2022.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder e classificação social. In: SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula (Orgs.). Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2009.

SANT’ANA, Wallace Pereira; LEMOS, Glen Cézar. Metodologia científica: uma pesquisa qualitativa nas visões de Lüdke e André. Revista Eletrônica Científica Ensino Interdisciplinar, v. 4, n. 12, p. 531-541, 2018. Disponivel em: https://www.researchgate.net/publication/329552583_METODOLOGIA_CIENTIFICA_a_pesquisa_qualitativa_nas_visoes_de_Ludke_e_Andre. Acesso em: 10 mar. 2022.

SANTOS, Milton. O lugar e o cotidiano. In: SOUZA SANTOS, Boaventura; MENEZES, Maria Paula (Org.). Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010. p. 584-602.

SERRANO, Rossana Maria Souto Maior. Conceitos de extensão universitária: um diálogo com Paulo Freire. Grupo de Pesquisa em Extensão Popular, [s. l.], v. 13, n. 8, p. 1-15, 2013. Disponível em: https://crystine-tanajura.webnode.com/_files/200000021-e6560e752b/conceitos_de_extensao_universitaria.pdf. Acesso em: 19 dez. 2021.

WALSH, Catherine. Interculturalidade e decolonialidade do poder um pensamento e posicionamento "outro" a partir da diferença colonial. Revista Eletrônica da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, v. 5, n. 1, jan./jul. 2019. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/revistadireito/article/viewFile/15002/10532#:~:text=Na%20Am%C3%A9rica%20Latina%2C%20e%20particularmente,epist%C3%AAmico%20orientado%20em%20dire%C3%A7%C3%A3o%20%C3%A0. Acesso em: 10 mar. 2022.

Publicado

2022-10-12

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua