O STATUS QUO DO RELATO INTEGRADO NO SETOR PÚBLICO BRASILEIRO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22277/rgo.v15i3.6542

Palavras-chave:

Relato Integrado. Teoria Institucional. Setor Público.

Resumo

Objetivo: apresentar o estado atual de conhecimento sobre Relato Integrado com ênfase nas contribuições voltadas ao Setor Público brasileiro, tendo em vista a Decisão Normativa n.º 178/2019, do Tribunal de Contas da União, como o marco para a instituição do modelo de relatório de gestão das prestações de contas anuais baseado no Relato Integrado.

Método/abordagem: a pesquisa está fundamentada na metodologia bibliográfica, por meio do levantamento de estudos, publicados entre 2014 e 2022, sobre o Relato Integrado no Brasil.

Principais Resultados: identifica-se nas pesquisas recentes sobre Relato Integrado no Setor Público brasileiro uma linha de pesquisa principal de análise de Relatos Integrados de empresas estatais, cujo objetivo é identificar o tipo de discurso de sustentabilidade predominante; verifica-se que as pesquisas direcionadas ao Setor Público não recebem a mesma atenção que do setor privado; verificou-se, ainda, que a Decisão Normativa 178/2019 se aplica aos pilares da Teoria Institucional, no que concerne às influências isomórficas competitivas e coercivas da tomada de decisão de  instituir o Relato Integrado no Setor Público brasileiro.

Contribuições teóricas/práticas/sociais: ainda que a quantidade de pesquisas sobre Relato Integrado que abordam o setor público sejam mais reduzidas que as do setor privado, o presente estudo contribui para uma visão holística sobre a recente instituição do Relato Integrado no contexto público brasileiro.

Originalidade/relevância: a originalidade e a relevância figuram da abordagem institucional utilizada para associar o status quo sobre relato integrado no setor público e a institucionalização do Relato Integrado na administração pública por meio da Decisão Normativa 178/2019.

Biografia do Autor

Abimael Costa, Universidade de Brasília

Professor do Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais e do Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis (PPGCont) da Universidade de Brasília (UnB). Auditor-Chefe da Universidade de Brasília (UnB). Pós-doutorado em Contabilidade Pública na Universidade de Valência/Espanha. Doutor em Engenharia de Transportes, área Economia dos Transportes, no PPGT do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental/, Mestre em Contabilidade (PPGMI/UnB/UFRN/UFPB), bacharel, especialista e técnico em Contabilidade.

Referências

Adams. C, A. (2015), The International Integrated Reporting Council: A call to action. Critical Perspectives on Accounting, 27, 23-28. https://econpapers.repec.org/article/eeecrpeac/v_3a27_3ay_3a2015_3ai_3ac_3ap_3a23-28.htm

Alves, N J. F.; Kassai, J. R.; Lucas. E. C.; Ferreira, H. M. G. (2017). Relato Integrado e o Formato da Informação Financeira para evidenciar a criação de valor das empresas do programa piloto. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, 5(3), 99-122. https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6092476

Borçato, E. C. (2017). Legitimação social das empresas de capital aberto por meio da divulgação sobre meio ambiente natural no relato integrado. 120 f. Dissertação (Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Contabilidade) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, PR. http://tede.unioeste.br/handle/tede/3449

Brown, J., & Dillard, J. (2014). Integrated reporting: On the need for broadening out and opening up. Accounting, Auditing & Accountability Journal. https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/AAAJ-04-2013-1313

Carvalho, L. N, Kassai. J. R. (2014). Relato Integrado: a nova revolução contábil. Revista FIPECAFI, 1, 21-34. https://edisciplinas.usp.br/mod/resource/view.php?id=548545

Castro, M. N (2015). Relato integrado: Um estudo sobre os indicadores-chave de desempenho não financeiro das empresas brasileiras. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Pernambuco. https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16057

Correa, J. C. (2016). Incorporação do pensamento integrado aos mecanismos internos como pré-requisito para a viabilização do processo de asseguração independente para relato integrado. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Estadual de Maringá. http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/3393

de Souza, F. M., & Panhoca, L. (2021). O discurso de sustentabilidade e a pesquisa acadêmica sobre Relato Integrado (IR) no setor público. Advances in Scientific and Applied Accounting, 13(3), 166-184. https://doi.org/10.14392/asaa.2020130309

Decisão Normativa n.º 187, de 2020. Tribunal de Contas da União. https://portal.tcu.gov.br/lumis/portal/file/fileDownload.jsp?fileId=8A81881E747486F3017479820A880E3C

Decisão Normativa n.º 161, de 1º de novembro de 2017. Tribunal de Contas da União. https://www.ingov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/19403127/

Decisão Normativa n.º 178, de 23 de outubro de 2019. Tribunal de Contas da União. https://repositorio.cgu.gov.br/handle/1/42772

Decreto n.º 9.203, de 22 de novembro de 2017. Dispõe sobre a política de governança da administração pública federal direta, autárquica e fundacional. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/decreto/D9203.htm

DiMaggio, P. J., & Powell, W. W. (1983). The Iron Cage Revisited: Institutional Isomorphism and Collective Rationality in Organizational Fields. American Sociological Review. 48(2). 147–160. https://doi.org/10.2307/2095101

Eccles, R. G., & Krzus, M. P. (2010). One report: Integrated reporting for a sustainable strategy. John Wiley & Sons.

Favato, K. J., Neumann M., & Sanches, S. L. R. (2020). O Percurso Do Contrato De Legitimação Para O Desenvolvimento Sustentável: Análise Dos Temas Atrelados No Relato Integrado Do BNDES. Contabilidade Vista & Revista, 31(3). 52-73. https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/5318

Fonseca, V. S. (2003). A abordagem institucional nos estudos organizacionais: bases conceituais e desenvolvimentos contemporâneos. Livro Organizações. instituições e poder no Brasil (47-66). Chapter: 2. Publisher: Editora da FGV. Editors: Marcelo Milano Falcão Vieira; Cristina Amélia Carvalho. https://www.furb.br/web/upl/arquivos/

Freitas, B. F. G. D., & Freire, F. D. S. (2017). Relato Integrado: Um estudo da aderência da estrutura conceitual proposta pelo IIRC no Relatório Socioambiental do Conselho Federal de Contabilidade. Sociedade, Contabilidade e Gestão, 12(1), 77-92. https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v12i1.13399

Frías-Aceituno, J., Rodríguez-ariza, L., & García-Sánchez, I. (2013). Is integrated reporting determined by a country's legal system? An exploratory study. Journal Of Cleaner Production, 44, 45-55. https://pascal-francis.inist.fr/vibad/index.php?action=getRecordDetail&idt=27200494

Garcia, A. S., Ciasca, D. N, Marçal, A. S. V. (2019). Como o Relato Integrado vem sendo disseminado no contexto das Organizações Privadas e Públicas? XIX USP Internacional Conference in Accounting. São Paulo. 24 a 26 de julho de 2019. https://congressousp.fipecafi.org/anais/Anais2019_NEW/ArtigosDownload/1742.pdf

Guzatti, N C. (2020). Evidenciação da criação de valor no setor agrícola: o caso do Mato Grosso sob o enfoque do framework do relato integrado. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Contabilidade. do Setor de Ciências Sociais Aplicadas. https://www.acervodigital.ufpr.br/handle/1884/69601

Hoque, Z. (2018). Methodological Issues in Accounting Research: Theories and Methods. Second edition. Spiramus Press Ltd, 2018.

International Integrated Reporting Council. (2013). IIRC. The International Framework. 2013. https://integratedreporting.org/

Jensen, J. C., & Berg, N (2012). Determinants of traditional sustainability reporting versus integrated reporting. An institutionalist approach. Business Strategy and the Environment. 21(5). 299-316. https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/bse.740

Montecalvo, M., Farneti, F. & de Villiers, C. (2018). The potential of integrated reporting to enhance sustainability reporting in the public sector. Public Money & Management. 38:5. 365-374. 2018. https://ideas.repec.org/a/taf/pubmmg/v38y2018i5p365-374.html

Relatório de gestão - Guia para elaboração na forma de relato integrado: Evolução da prestação de contas. (2019). Tribunal de Contas da União. 2. ed. Brasília. Secretaria de Métodos e Suporte ao Controle Externo (Semec). https://portal.tcu.gov.br/biblioteca-digital/

Sanches, S. L. R., Favato, K. J., Slewinski, E., & Neumann, M. (2020). Sensemaking dos atores de uma instituição financeira na adoção e elaboração do Relato Integrado. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, 22(3), 628-646. https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=7510898

Santos. A. C., Neumann M., Camacho, R. R. (2018). Reflexões Epistemológicas de Estudos Empíricos sobre Relato Integrado. XVIII USP International Conference in Accounting. São Paulo. 25 a 27 de julho de 2018. www.congressousp.fipecafi.org

Schneiberg, M., & Lounsbury, M. (2008). Social movements and institutional analysis. The handbook of organizational institutionalism, 648, 670. http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/

Silva, M. C. C. A. (2014). Tendências e desafios da integração de informações financeiras e de sustentabilidade de quatro empresas brasileiras que adotam o modelo do relato integrado em 2014. 188 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Cont. Atuariais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo. https://tede.pucsp.br/handle/handle/1582

Slewinski, E. (2016). Compreensão do processo de adoção e elaboração do relato integrado sob a perspectiva sense making de Karl Weick. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Estadual de Maringá, Maringá, PR. http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/3390

Slewinski, E., Camacho, R. R., Sanches, S. L. R. (2015). Análise Bibliométrica e Paradigmática da Produção Científica sobre Relato Integrado nos Periódicos Internacionais de Contabilidade. XV Congresso USP de Controladoria e Contabilidade. São Paulo. 29 a 31 de julho de 2015. https://congressousp.fipecafi.org/anais/artigos152015/298.pdf

Souza, F. M. (2020). A paralaxe do Relato Integrado (IR): descortinando o discurso de sustentabilidade. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Contabilidade do Setor de Ciências Sociais Aplicadas. https://www.acervodigital.ufpr.br/handle/1884/70061

Souza, F. M. de, & Panhoca, L. (2020). O Discurso De Sustentabilidade E A Pesquisa Acadêmica Sobre Relato Integrado (IR) No Setor Público. Advances in Scientific and Applied Accounting, 1(1), 166–184. https://doi.org/10.14392/asaa.2020130309

Steyn, M. (2014). Organisational benefits and implementation challenges of mandatory integrated reporting: Perspectives of senior executives at South African listed companies. Sustainability Accounting. Management and Policy Journal, 5(4), 476-503. 10.1108/SAMPJ-11-2013-0052

Tavares, L. M., Henrique, V. D., Manoel, J. R., Santos, F. de A., & Fernandes dos Santos, N M. B. (2018). Governança Corporativa na estrutura conceitual do Relato Integrado: Divulgações das Instituições Bancárias Brasileiras. Revista Eniac Pesquisa, 7(2). 246–265. https://doi.org/10.22567/rep.v7i2.486

Thomson, I. (2014). ‘But does sustainability need capitalism or an integrated report’ a commentary on ‘The International Integrated Reporting Council: A story of failure’ by Flower. J. Critical Perspectives on Accounting, 27, 18-22. https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/SAMPJ-11-2013-0052

Tunico, F. R. L. (2017). Divulgação dos capitais não financeiros do relato integrado pelas empresas brasileiras de capital aberto: Uma análise à luz da teoria institucional. 80 folhas: il. 30 cm.2017. https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/25176

Villiers, C. de. R. L., & Unerman J. (2014). Integrated reporting: Insights. gaps. and an agenda for future research. Accounting Auditing and Accountability Journal, 27(7). 1042–1067. https://ideas.repec.org/a/eme/aaajpp/v27y2014i7p1042-1067.html

Zaro, E. S. (2015). Análise comparativa de relatos integrados das empresas brasileiras a luz da estrutura conceitual. 170 f. Dissertação (Mestrado em Contabilidade) - Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/134964

Zaro, E. S. (2021). Relato Integrado e a divulgação corporativa para a sustentabilidade. Revista Mineira de Contabilidade, 22(1), 4-11. https://doi.org/10.51320/rmc.v22i1.1329

Publicado

2022-10-03