CHAMADA DE ARTIGOS REVISTA PEDAGÓGICA – UNOCHAPECÓ

2022-03-05

Dossiê: Gestão na educação: políticas e práticas

Cronograma:

Envios de trabalho PRORROGADO até 30/07/2022

Previsão de publicação até 30/12/2022

Organizadoras: Andrea Paula de Souza Waldhelm[1], Flávia Pedrosa de Camargo[2], Carla da Conceição de Lima[3].

PROPOSTA PARA A CHAMADA DO DOSSIÊ “GESTÃO NA EDUCAÇÃO: políticas e práticas”

Nos anos de 1990, presenciou-se a universalização do ensino fundamental e, mais recentemente, a ampliação dos anos de escolaridade obrigatórios. Nesse sentido, o ingresso de grupos de diferentes origens sociais, econômicas, culturais, religiosas, entre outras, impôs novas formas de organização e gestão educacionais, de maneira a torná-las inclusiva. Além disso, os processos de descentralização da gestão foram acompanhados por progressivos graus de autonomia pedagógica, administrativa e financeira, ampliando a participação da sociedade civil nos processos de tomada de decisões em nível central e das unidades de ensino.

Contudo, passadas algumas décadas do processo de democratização do acesso à educação, em que pesem as desigualdades regionais, ainda persistem alguns desafios, como as altas taxas de reprovação, abandono e evasão escolares e a baixa qualidade educacional. Ou seja, a ampliação da oferta educacional não tem sido acompanhada pela permanência bem-sucedida por parte dos estudantes brasileiros (LEME, PAREDES e SOUZA, 2009; NARDI, SCHNEIDER e RIOS, 2014). Ademais, cabe indagar quais os mecanismos de democratização dos sistemas e das escolas que foram regulamentados e como tem se dado a participação dos diferentes agentes escolares na gestão.

Nesse sentido, as equipes gestoras dos sistemas e redes de ensino, bem como as escolares têm desafios complexos que requerem capacidade técnica, pedagógica e administrativa, em contexto de descentralização e ampliação da participação da sociedade civil, para implantarem políticas educacionais que logrem desfechos escolares mais bem sucedidos e inclusivos aos estudantes.

Esse dossiê tem como objetivo fomentar a discussão acerca da gestão da educação em nível de sistemas e de escolas e a reflexão sobre os mecanismos de participação da sociedade civil na gestão com vistas a garantir o direito à educação para todos.

Encorajamos a submissão de estudos de natureza teórica, metodológica e análises empíricas que versem sobre a temática da gestão na educação, seus atores e ações empreendidas em nível central e das unidades escolares com vistas à promoção de melhores resultados educacionais.

As análises podem apresentar uma vertente interdisciplinar e transversal que contemplem os aspectos históricos, sociais, econômicos, culturais e políticos relacionados à gestão educacional e escolar.

O dossiê busca reunir pesquisas que discutam as seguintes temáticas: gestão educacional, gestão escolar, gestão e tecnologias educacionais, liderança escolar, gestão democrática, gestão e educação inclusiva, gestão e cultura escolar, gestão e financiamento da educação, gestão e desigualdades, gestão e movimentos sociais.

 

 

REFERÊNCIAS:

LEME, M.C.; PAREDES, R. e SOUZA, A.P. Municipalização do Ensino Fundamental e seu Impacto sobre a Proficiência no Brasil. In: Veloso F. et al. (org.) Educação Básica no Brasil: construindo o país do futuro. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009, p. 261-280.

 

NARDI, E.L.; SCHNEIDER, M.P. e RIOS, M.P.G. Qualidade na educação básica: ações e estratégias dinamizadoras. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 39, n. 2, 2014, p. 359-390.

[1] Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6603418206002521

[2] Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6694771688158691

[3] Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0159623489029086