Análise multivariada de dados: o caso dos COREDES agrícolas do Rio Grande do Sul e dos municípios de Santa Catarina

Autores

  • Rafael Pentiado Poerschke Unochapecó

DOI:

https://doi.org/10.46699/rce.v13i25.1168

Palavras-chave:

Interdisciplinaridade, Formação do administrador, Estudos de caso.

Resumo

Esta pesquisa sustenta-se na tese da presença de uma modernização conservadora no setor agropecuário brasileiro. Sob a ótica dos COREDEs do Rio Grande do Sul e dos municípios de Santa Catarina, infere-se sobre indícios de correlação entre a orizicultura e a concentração da modernização no campo. Para tanto, recorre-se à estatística multivariada, com o intuito de identificar níveis de modernização da agropecuária nos municípios selecionados de 1995 a 1996. No que diz respeito ao Rio Grande do Sul, verificou-se uma forte concentração da agropecuária moderna em uma reduzida parcela dos municípios dos COREDEs, em especial, no Conselho da Fronteira Oeste. Para Santa Catarina, em função do elevado número de municípios da amostra, a metodologia não foi consistente para extrair resultados mais pormenorizados sobre concentração. Entretanto, verificou-se a reprodução dos padrões do COREDE Fronteira Oeste em um dos grupos formados por municípios catarinenses. Esses dois grupos são fortemente relacionados ao conjunto de variáveis ligadas à modernização, além de voltados para cultura do arroz.

Edição

Seção

Artigos