PLANEJAMENTO EM INFRAESTRUTURA NO BRASIL PÓS-SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

Autores

  • Jaime Antonio Stoffel Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE
  • José Maria Ramos Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE
  • Roselaine Navarro Barrinha Universidade Estadual do Oeste do Paraná -UNIOESTE

DOI:

https://doi.org/10.46699/rce.v21i37.1935

Palavras-chave:

Capital Social. Ensino Superior. Desenvolvimento.

Resumo

Este estudo traça um panorama sobre a evolução do planejamento e os investimentos ocorridos em infraestrutura no Brasil envolvendo os setores de transportes, energia elétrica, telecomunicações e saneamento básico, no período Pós-Segunda Guerra Mundial à primeira década do século XXI. Constata-se que basicamente o conjunto de serviços ofertados passou por três momentos: o primeiro com forte intervenção estatal, focando o planejamento com índices de investimentos consideráveis; o segundo, com acelerada queda nos investimentos e crise econômica; o terceiro e último, ainda em consideração, com reestruturação e retorno da participação da iniciativa privada com leve recuperação nos investimentos e foco nos Planos Trienais.

Biografia do Autor

Jaime Antonio Stoffel, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

Professor Adjunto do curso de ciências econômicas do CCSA, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, campus Francisco Beltrão

José Maria Ramos, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

Mestre em Análise Regional pela Universidade de Salvador, Bahia. Professor Assistente do Curso de Ciências Econômicas na UNIOESTE, campus Francisco Beltrão - Pr.

Roselaine Navarro Barrinha, Universidade Estadual do Oeste do Paraná -UNIOESTE

Doutora em História Social pela Universidade Federal Fluminense - UFF. Professora Adjunta do Curso de Ciencias Econômicas da Unioeste, campus Francisco Beltrão - Pr.

Publicado

2020-03-17

Edição

Seção

Artigos