A EVOLUÇÃO DA DESIGUALDADE PESSOAL DA RENDA EM SANTA CATARINA NO PERÍODO DE 1970 A 2010

Autores

  • Amanda Zuffo Reginatto Universidade Comunitária da Região de Chapecó - Unochapecó

DOI:

https://doi.org/10.46699/rce.v19i35.3454

Palavras-chave:

morfológicos. Manguezal. Rhizophora mangle (L.). Avicennia germinans (L.) Stearn. Laguncularia racemosa (L.) Gaertn.

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi analisar o comportamento e a evolução da desigualdade pessoal da renda no estado de Santa Catarina de 1970 a 2010. Foram empregados os microdados dos Censos Demográficos, analisando a desigualdade pessoal de renda dos catarinenses por grupos, como gênero, cor e grau de escolaridade, para identificar onde ocorrem as maiores concentrações de renda. Para tanto, foi utilizado o índice de Gini e feito um comparativo entre a renda média e a renda dos extremos da população. Os resultados apontaram para uma queda na desigualdade de renda dos catarinenses em 2010 entre todos os grupos analisados. Ao longo do estudo, verificou-se a complexidade da discussão sobre a desigualdade de renda e a importância dessas pesquisas para implementação e avaliação das políticas públicas, visando auxiliar na diminuição da desigualdade de renda e melhorar o bem-estar da sociedade.

 

Palavras-chave: Desigualdade pessoal de renda. Índice de Gin. Microdados. Políticas públicas.

Publicado

2016-10-27

Edição

Seção

Artigos