AS RELAÇÕES LUSO-BRASILEIRAS NOS ANOS 90 A PARTIR DA CRIAÇÃO DA UNIÃO EUROPÉIA E DO MERCOSUL

Autores

  • Mariana Lemos Universidade Comunitária da Região de Chapecó - Unochapecó
  • Patricia Tendolini Oliveira de Melo

DOI:

https://doi.org/10.46699/rce.v19i35.3455

Palavras-chave:

aves nativas, aves exóticas, cativeiro, Passeriformes, psitacídeos

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar as relações luso-brasileiras a partir da criação do Mercosul e da União Europeia. O relacionamento entre Brasil e Portugal iniciado com a descoberta e colonização do Brasil trouxe aos dois países conexão única no que diz respeito às tradições culturais, língua e povo. Essa proximidade cultural, que se manteve ao longo dos anos acompanhando o desenvolvimento de ambos, não se refletiu no campo econômico, uma vez que as trocas comerciais e o investimento bilateral entre os dois países não são representativos no contexto internacional. Com a criação dos Blocos de Integração Regional, na América Latina e na Europa, há uma alteração no intercâmbio comercial e no IDE entre eles. Essa alteração é analisada considerando os impactos da integração regional nos dois países e outros fatores, como a redemocratização e a estabilidade econômica brasileira e portuguesa, que aliados à integração regional modificaram suas relações.

Palavras-chave: Brasil. Portugal. Mercosul. União Europeia.

Publicado

2016-10-27

Edição

Seção

Artigos