Determinantes para o (in) sucesso de uma cadeia em formação: uma análise da estruturação da estrutiocultura da região metropolitana de Porto Alegre

Autores

  • Marcelo Fernandes Pacheco Dias Universidade Comunitária Regional de Chapecó
  • Nadir Paula da Rosa
  • Silvio Santos Junior
  • Erica Mendonça da Silva
  • Tânia Nunes da Silva

DOI:

https://doi.org/10.46699/rce.v12i22.389

Palavras-chave:

Proposta Curricular, Escola, Museu, Educação Patrimonial

Resumo

O Brasil tem experimentado um notável crescimento na criação de animais exóticos. Essas criações alternativas, muitas em fase de desenvolvimento, carecem de pesquisas e infraestrutura para se consolidarem como atividade viável. Este é o caso da cadeia produtiva do avestruz, na região metropolitana de Porto Alegre. Este artigo objetiva analisar, através de um estudo exploratório, a estratégia utilizada para estruturar a cadeia de produção e identificar entre as abordagens teóricas Commodities System Approach (CSA) e Fillière qual seria mais adequada para orientar uma cadeia em formação. A análise dos dados demonstrou que a cadeia foi se aprimorando tecnológica e organizacionalmente no sentido de montante a jusante dentro de uma perspectiva do CSA, e por isso vem encontrando dificuldades de consolidação no mercado.

Edição

Seção

Artigos