A influência do preço das commodities para a formação da taxa de câmbio: um estudo empírico para países da América Latina

Autores

  • Caique Corcelli

DOI:

https://doi.org/10.46699/rce.v22i38.4292

Palavras-chave:

Filosofia da Libertação, Subjetividade, Subjetivação, Violência, Direitos Humanos

Resumo

Este trabalho se propõe verificar a hipótese de “commodity currency” para um conjunto de países da América Latina (Brasil, México, Chile, Uruguai e Colômbia). Segundo a literatura da área, países nos quais as exportações de commodities compreendem parte importante da pauta de exportação e do PIB teriam sua taxa de câmbio influenciada pela dinâmica desses preços no mercado internacional. Uma segunda hipótese de investigação é se o peso do setor no PIB de fato influencia a magnitude do efeito. Para tanto é utilizado um modelo de Mínimos Quadrados Generalizados para o período de 1998 a 2016. Os principais resultados deram razão a hipótese de "commodity currency", mas a segunda hipótese não se verificou. O grau de abertura da conta financeira e de capitais e principalmente a existência de um amplo mercado de câmbio futuro parecem ser a explicação mais provável das diferentes elasticidades preço da taxa de câmbio entre os países.

Publicado

2020-04-16

Edição

Seção

Artigos