Para o funcionamento do Parque Científico e Tecnológico Chapecó@, será estabelecido uma governança com a participação dos três entes da Tríplice Hélice, ou seja do Setor Público, do Setor Produtivo e das Instituições Acadêmicas. O Parque vai funcionar a partir de um Conselho Administrativo, com atuação organizativa estratégica e contará, também, com uma gestão operativa para atuação no âmbito tático e operacional. Essa gestão será responsável por gerir o seu funcionamento administrativo e estará lotada na estrutura organizativa da Unochapecó.

CONSELHO DE GESTÃO

Será constituído a apartir do conjunto da Tríplice Hélice, ou seja, com representantes da academia, do governo e do setor empresarial. A partir de um regimento se regrará as competências e atribuições deste conselho, que terá caráter estratégico no âmbito do planejamento e controle do Parque.

ATRIBUIÇÕES DO CONSELHO DE GESTÃO

Avaliar, anualmente, os resultados obtidos pelo Parque Tecnológico Chapecó@.
Analisar o orçamento destinado ao Parque Tecnológico Chapecó@.
Avaliar a destinação dos recursos provenientes de incentivos e recursos públicos.
Definir ações estratégicas para o Parque Tecnológico Chapecó@
Ser o organismo consultivo de decisões.
Analisar questões ligadas a investimentos e ampliação de escopo do Parque Tecnológico Chapecó@

MISSÃO

Promover a ciência, a tecnologia e a inovação para o desenvolvimento regional.

VISÃO

Constituir-se na principal organização promotora de inovação para Chapecó e região.

METAS

Transferir inovação e conhecimento para a região de Chapecó, primando pelo desenvolvimento e competitividade dos diversos setores apoiados pelo Parque Tecnológico Chapecó@.
Permitir integração entre setores produtivos locais.
Atrair novas empresas.
Permitir o surgimento de start-ups.
Oferecer suporte técnico e serviços especializados.
Propiciar a evolução de ideias, projetos e processos no âmbito dos setores públicos e privados.

LOCALIZAÇÃO

O Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ será construído num terreno com mais de 9 mil metros quadrados, pŕoximo à Unochapecó e ao Parque de Exposições Tancredo de Almeida Neves (Efapi), possibilitando uma futura integração de ações ligadas à inovação e ao desenvolvimento. Além do espaço para instalação das empresas, o parque tecnológico Chapecó@ vai contar também com laboratórios, áreas para transferência tecnológica, ambiente para prestação de serviços e para apoio à gestão pública, área de locação para empresas e incubadas.

Localização do Parque Científico e Tecnológico Chapecó@

CONTEXTO REGIONAL

A região oeste de Santa Catarina é composta por 118 municípios, representa 13% do PIB estadual e tem economia baseada na produção de suínos e aves.

Chapecó é um dos principais municípios do Estado em número de habitantes e participação na economia. É referência em ensino superior, com três universidades, sendo a Unochapecó a maior delas em número de alunos e cursos ofertados. Em função da indústria alimentícia(processamento de carnes), apresenta alta demanda por soluções tecnológicas inovadoras.
Por isso, e por uma infinidade de outros motivos a implantação do Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ é uma decisão acertada, que só tem a contribuir com o desenvolvimento de Chapecó e região.

Mapa de Santa Catarina

O Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ vai promover o desenvolvimento sustentável e integral da região, por meio de ações focadas nas áreas social, de tecnologia da informação, de saúde e de meio ambiente.

Chapecó@bio

O núcleo de meio ambiente vai agregar projetos cuja proposta seja o desenvolvimento de soluções ambientais que possam ser aplicadas na recuperação, monitoramento e preservação de ecossistemas, incluindo fauna e flora. Além disso, estarão vinculados ao Chapecó@bio ações voltadas à agricultura familiar, ao cultivo de orgânicos, a tecnologias para pequenas propriedades, a fim de incentivar a permanência no campo e o uso responsável dos recursos naturais.

Chapecó@saúde

Na área da saúde, o Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ vai contar com programas e empreendimentos que promovam a consciência da prevenção, desenvolvendo pesquisas que apontem processos e métodos eficazes para promover a saúde, prevenir e tratar doenças. No núcleo Chapecó@saúde, acredita-se que mais importante que desenvolver tecnologias, é possibilitar sua aplicação em benefício da sociedade.

Chapecó@social

Os programas e projetos voltados à inclusão, capacitação, geração de emprego e renda estarão vinculados ao núcleo Chapecó@social. A INCTECh - Incubadora Tecnológica da Unochapecó e a ITCP - Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares são exemplos de ações que há bastante tempo vêm contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população. Iniciativas como essas, viabilizam assessoria técnica, recursos tecnológicos e espaço físico para a implantação de novos empreendimentos que, com o tempo, geram empregos e inovação, movimentando a economia regional.

Chapecó@tic

Novas ideias são bem-vindas ao Chapecó@tic. O foco desse núcleo do Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ é a inovação tecnológica, o desenvolvimento e a implementação de projetos inovadores que, sem incentivo e acompanhamento especializado, talvez nunca saíssem do papel. O NITT - Núcleo de Inovação e Transferência Tecnológica da Unochapecó também integra o Chapecó@tic e empresta a ampla experiência em desenvolver e aplicar novas tecnologias, bem como em buscar registros e patentes, para que o Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ torne-se referência também nessa área.

PROJETO

O primeiro edifício do parque tem projeto desenvolvido de 3.637,45 m², a ser construído com recursos do Governo do Estado de Santa Catarina, em um terreno de 2.231,33 m², lindeiro à Unochapecó, situado na Rua Eduardo Pedroso da Silva, no Bairro Efapi. O terreno destinado para implantação do edifício foi cedido pela Fundeste (Fundação Universitária de Desenvolvimento do Oeste), mantenedora da Unochapecó.

Ver Projeto Executivo

A área total que será utilizada para as obras do Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ é de 9.530,54 m2. Destes, o Lote 01-(A), com 7.299,31 m2, pertence à Fundeste, e o Lote 02-(B), com área de 2.231,33 m2 , foi doado pelo Município de Chapecó.

Foto do projeto do Parque Tecnológico e Científico Chapecó@ Foto do projeto do Parque Tecnológico e Científico Chapecó@ Foto do projeto do Parque Tecnológico e Científico Chapecó@