O que há no fundo de um lago? a interpretação ambiental através de bioindicadores bentônicos

Autores

  • Erikcsen Augusto Raimundi
  • Margarete Tironi
  • Gilza Maria de Souza Franco

DOI:

https://doi.org/10.24021/raac.v11i1/2.3090

Resumo

Este trabalho teve como objetivo verificar se o conhecimento relacionado aos bioindicadores bentônicos a partir da Interpretação Ambiental pode oferecer elementos aos estudantes, para a construção de uma consciência crítica sobre as ações humanas sobre o meio ambiente. As atividades desta pesquisa-ação envolveram uma proximidade dos estudantes com a fauna bentônica e momentos de análise da realidade local. Através de Préteste com posterior desenvolvimento de atividades em sala de aula e de campo relacionados à interpretação ambiental, e, ao final, a aplicação de pós-teste, foi possível perceber que os estudantes conseguiram relacionar os bioindicadores bentônicos com ecossistemas aquáticos impactados e, ao mesmo tempo, compreender minimamente que os principais agentes de mudança ambiental são eles mesmos.

Publicado

2016-02-11

Edição

Seção

Artigos