Processamento do extrato de tomate: quantidade de água utilizada em planta industrial

Autores

  • Letícia Zen da Silva Caputo Universidade Comunitária da Região de Chapecó - Unochapecó
  • Frederico Fonseca da Silva
  • Angélica Aparecida Maurício
  • Bruno Alonso Caputo

DOI:

https://doi.org/10.24021/raac.v12i1/2.3222

Resumo

A agroindústria de tomate representa uma grande importância na economia mundial, portanto deveriam existir maiores preocupações não apenas com a qualidade e com a durabilidade dessa hortaliça e seus derivados, mas também com os resíduos industriais. O objetivo deste trabalho foi estimar a quantidade de água evaporada durante o processamento do extrato de tomate. A quantidade de água utilizada para a lavagem dos tomates é de 1 litro por quilograma da hortaliça. Em uma indústria que processa 900.000 Kg estima-se que a quantidade de água gasta, desde a lavagem do tomate até a diluição de um extrato de tomate mais concentrado em um menos concentrado, seja de 1.727 m3 de água. É necessário fazer uma pesquisa sobre as composições da água evaporada no processo de concentração do extrato para verificar as possíveis utilizações da mesma. Também é preciso buscar opções de reuso dos recursos hídricos de toda a planta industrial e desenvolver novas tecnologias para purificação da água utilizada e diminuir o uso de água potável desnecessariamente. Porém, as indústrias ainda hesitam em dar acesso

Publicado

2016-06-08

Edição

Seção

Artigos