Os sentidos de existência humana: Identidade e Reconhecimento

Autores

  • Alice Dias Paulino Unochapecó

Palavras-chave:

Cultura organizacional. Literatura nacional. Redes de relacionamento

Resumo

Este artigo tem por objetivo discorrer a respeito das concepções de Identidade-Reconhecimento, fundamentado em teorias e estudos das ciências humanas e sociais que tratam da existência e combinações entre os sentidos do sujeito singular (psicológico) e os significados do sujeito coletivo (sociológico). Com o aporte de autores da sociologia, psicologia e antropologia social, traz em suas análises o universo teórico explicativo sobre a vida social gerada nos processos interacionais, referenciais que fundamentam a construção identitária no fluxo das relações do cotidiano social. O conjunto de ideias defendidas nesta discussão teórica trata, em síntese, da dialética eu-nós movida pelas interações humanas e sua rede de significados vividos na experimentação entre a identidade pessoal e a identidade social, misturados e organizados num processo contínuo da construção “quem sou eu”. Ao final, se constroem reflexões sobre a configuração dos processos identificatórios e dos sentidos de existência humana, uma totalidade de experiências, de escolhas, de contradições feitas a partir do cotidiano, em diferentes espaços de expressão de vida social do homem contemporâneo.

Edição

Seção

Artigos