Heranças de um país “monolíngue”

Autores

  • Eliane Scherer

Palavras-chave:

cemitério-parque, morte, Parque Jardim do Éden

Resumo

O artigo busca apresentar relatos que confirmem a decisão política de tornar o Brasil um país monolíngue e quais consequências essa forma de repressão causou para a trajetória da língua alemã em solo brasileiro. A pesquisa está dividida em três partes, a primeira constitui-se em um levantamento histórico geral sobre o Brasil e as línguas que aqui se instalaram. Na segunda seção, apresentam-se algumas descrições relatadas pelos informantes entrevistados, que moram em Chapecó, em relação à língua alemã e a decisão política monolíngue. E a última questão enfatizada abarca políticas atuais que abordam a diversidade brasileira.

Publicado

2014-06-30