Espaço, memória e territorialidade: as terras indígenas em SC

Autores

  • Clovis Antonio Brighenti
  • Osmarina de Oliveira

Palavras-chave:

Epidemiologia. Enfermaria pediátrica. Fisioterapia.

Resumo

A partir das categorias territorialidade, espaço e memória buscamos explorar a etnografia indígena em Santa Catarina, na tentativa de compreender os conflitos atuais pela posse das terras. Esse texto se propõe a compreender historicamente as bases que fundamentaram as relações e que criam ideologicamente e na prática os alicerces para negar ao indígena a condição de cidadão e negar, acima a tudo, a condição de indígena e o direito às terras coletivas. Pretendemos analisar como a filosofia positivista buscou tornar o indígena categoria transitória. Compreender como a legislação, que garantia ao indígena o direito à terra, foi burlada pelo Estado de Santa Catarina, repassando às companhias de colonização o direito de revender essas terras aos agricultores, gerando as tensões contemporâneas. São disputas sobre memórias e territorialidades.

Publicado

2014-07-04

Edição

Seção

Artigos