Arqueologia experimental e ensino da arte

Autores

  • Eduardo Dutra

Resumo

O relato aqui apresentado corresponde ao resultado de pesquisas realizadas como requisitos finais do curso de pós-graduação em Arqueologia: Processos Interdisciplinares, oferecido pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Uri – Erechim (RS) em convênio com a empresa Gerasul, como forma de contrapartida social ao impacto causado pela construção da barragem de Itá. Desenvolveram-se experiências na expectativa de identificar possibilidades dentro do que se conhece a respeito da produção da cerâmica arqueológica da região Oeste do Estado de Santa Catarina, de modo a subsidiar o ensino pela prática da cerâmica. Na prática, seguindo os preceitos da Arqueologia Experimental, foram confeccionados artefatos cerâmicos com médio controle de variáveis, seguindo as poucas orientações deixadas pelos Guaranis na região sob forma de cultura material. A busca por um referencial local, que proporcione suporte à atividade do arte-educador ou do educador dedicado a atividades de educação patrimonial ou ainda ao ensino da arqueologia, está apresentada através de perspectivas para uma prática escolar comprometida com a valorização do indivíduo e suas particularidades, orientadas pelas teorias do multiculturalismo crítico e autores que auxiliem nas reflexões sobre o possível entrelaçamento entre o ensino da arte, a educação multicultural e a arqueologia experimental.

Publicado

2014-07-30