Entre o trabalho e o lazer: resgatando um aspecto da produção social dos espaços lúdicos em São Paulo.

Autores

  • Carlos Augusto da Costa Niemeyer

Resumo

O artigo focaliza aspectos do processo de urbanização de São Paulo nas primeiras décadas do século XX na ótica do lazer. Em outra perspectiva, é uma tentativa de retratar um panorama histórico das ambigüidades e resistências à construção social do espaço urbano durante o industrialismo nacional. Resgata a contribuição dos Parques Infantis no processo de urbanização de São Paulo, introduzidos na gestão inovadora de Mário de Andrade no Departamento de Cultura municipal entre 1935 e 1938. Descreve o caráter lúdico-pedagógico e os paradigmas inspiradores dessa tipologia arquitetônica, atualmente extinta, associada a uma ampla política de inclusão da classe trabalhadora.

Publicado

2014-07-31

Edição

Seção

Artigos