O caminho das pedras: organização e sobrevivência de carregadores de mercadorias em Uberlândia (MG).

Autores

  • Luzia Márcia Resende Silva

Palavras-chave:

territórios, narrativas cinematográficas, sensibilidades, intervenção social.

Resumo

Neste artigo, pretendo explicar como carregadores de mercadorias na cidade de Uberlândia (MG) se organizam para pleitar trabalho através de "Pontos/Pedras de rua" como o fito de pensar como estes trabalhadores ocupam espaços na cidade e fazem dela seu território. Pretendo também, ao retomar o sentido social e histórico desta forma de organização da atividade, dialogar com as explicações simplistas que apenas classificam a carga e descarga de mercadorias como trabalho "informal e realizado por mão-de-obra desqualificada".

Publicado

2014-08-01

Edição

Seção

Artigos