Os registros paroquiais como fonte de pesquisa para a História da Educação (1926-1938)

Autores

Resumo

O texto busca analisar a contribuição que os registros e documentos paroquiais podem oferecer para a compreensão do contexto educacional da colonização étnica e confessional Porto Novo, entre os anos de 1926 e 1938. Ao abordar a conjectura do arquivo da Paróquia São Pedro Canísio de Itapiranga-SC, é possível contextualizar o padrão de escola construída na região sob os moldes do catolicismo e da etnicidade alemã, visando colaborar na compreensão de um modelo escolar próprio denominado de Escola Paroquial.

Biografia do Autor

Douglas Orestes Franzen, FAI Faculdades

Doutorando em História pela Universidade de Passo Fundo, professor da FAI Faculdades de Itapiranga, servidor da SDR/Gered de Itapiranga. E-mail: douglas_franzen@yahoo.com.br

Leandro Mayer, SDR/Gered de Itapiranga

Mestre em História pela Universidade de Passo Fundo. Servidor da SDR/Gered de Itapiranga. E-mail: mayerleandro@yahoo.com.br

Publicado

2016-06-06