O baú do Laurimar: documentos biográficos e narrativas da cultura em Santarém/PA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22562/2019.51.07

Palavras-chave:

Colonização, economia, madeira.

Resumo

Relatos biográficos de Laurimar dos Santos Leal, contados com o auxílio de documentos íntimos arquivados em um velho baú de madeira abrigado no chamado “museu da cidade”, são o fio condutor deste artigo que investiga a relação desse indivíduo com o campo institucional da cultura em Santarém, no Pará. Laurimar é artista plástico, compositor, carnavalesco, restaurador e colecionador, e, foi, por muitos anos, diretor do Centro Cultural João Fona – principal instituição museológica de Santarém. Em inúmeras sessões de entrevistas que resultam no registro de sua história de vida, constatam-se interseções frequentes entre os domínios público e privado em sua trajetória, revelando que ela própria está intimamente atrelada à institucionalização de espaços e práticas estruturantes do campo da cultura no município.

Biografia do Autor

Luciana Gonçalves de Carvalho, UFOPA

Doutora em Ciências Humanas-Antropologia (PPGSA/UFRJ, 2005), mestra em Sociologia (PPGSA/UFRJ, 1997), bacharel em Ciências Sociais (UFRJ, 1994). Professora na Universidade Federal do Oeste do Pará desde 2010, atuando nos cursos de graduação em Antropologia, mestrado em Ciências da Sociedade e doutorado em Sociedade, Natureza e Desenvolvimento (Ciências Ambientais). Professora do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da UFPA. No Grupo de Pesquisa Diversidade Cultural, Território e Novos Direitos na Amazônia, tem pesquisas em andamento sobre memória, conhecimentos tradicionais, patrimônio cultural, direitos coletivos e conflitos socioambientais em comunidades tradicionais afetadas por projetos de desenvolvimento e Unidades de Conservação. Coordena o Programa de Extensão Patrimônio Cultural na Amazônia (Proext/MEC), com atuação na região da Calha Norte desde 2010. De 2001 a 2010 atuou como pesquisadora e gestora de diversos projetos de pesquisa e desenvolvimento de setores ligados ao patrimônio cultural imaterial brasileiro no Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/Iphan. É autora de publicações sobre patrimônio cultural imaterial, cultura popular, memória, trabalho e conhecimentos tradicionais em  comunidades  amazônicas, bem como de relatórios técnicos, laudos e outros estudos antropológicos em processos de regularização fundiária, disputa territorial e conflito socioambiental.

Osinaldo Raphael Lima dos Santos Filho

Bacharel em Antropologia pela Universidade Federal do Oeste do Pará.

Elber Norton Souza dos Santos

Bacharel em Antropologia pela Universidade Federal do Oeste do Pará.

Publicado

2019-12-10