Inteligente, Dissimulado ou Perverso? O cacique Doble na visão das autoridades provinciais sul-rio-grandenses (Século XIX)

Autores

  • Ana Lucia Vulfe Nötzold
  • Sandor Fernando Bringmann

Palavras-chave:

Educação. Jesuíta. Memória. Memorização.

Resumo

Neste artigo buscamos desenvolver uma discussão acerca do
contato entre os Kaingang e a sociedade nacional, aproximando
questões referentes à transformação cultural e à identidade
territorial, através de um estudo de caso sobre as ações do indígena
cacique Doble. Este líder Kaingang viveu na região nordeste do
Rio Grande do Sul, em meados do século XIX e desempenhou
importante papel de mediador/negociador frente às autoridades
provinciais e colonizadores, em momento de intensa ocupação das
terras sul-rio-grandenses por levas de colonos nacionais e europeus.
Como consequência destes fatos, discursos ambíguos acabaram
sendo produzidos. Para descobrir o conteúdo destas narrativas,
desenvolvemos a análise nas fontes documentais primárias
(relatórios, ofícios e cartas) presentes nos Arquivos Histórico e
Público de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul e também em fontes
secundárias, representadas por relatórios e apontamentos de
indivíduos que viveram ou presenciaram este momento.

Edição

Seção

Artigos