Aliança, negociação e rebeldia indígena no Ceará colonial: deslocamentos e dimensões identitárias

Autores

  • Manuel Coelho Albuquerque

Resumo

Este artigo analisa as relações entre índios, europeus e colonos durante
os primeiros tempos de colonização da capitania cearense.
Os deslocamentos, as dimensões e dinâmicas identitárias do Seará
indígena são demonstradas nas alianças, negociações, “adaptações”
e nas rebeldias explícitas. O índio, muitas vezes, recria parte
de seu mundo a partir da apropriação de referenciais do colonizador,
afirma a sua identidade no espaço tradicional e no espaço do
“outro”, ressignificado.

Edição

Seção

Artigos