PERFIL DA PRODUÇÃO AGRÍCOLA TEMPORÁRIA NA REGIÃO DE SÃO CARLOS, SP: UM BALANÇO DOS ÚLTIMOS 12 ANOS

Balanço dos últimos 12 anos da produção agrícola de São Carlos, SP

Autores

  • Bruno Salata Lima Mestre em Genética Evolutiva e Biologia Molecular. Rua Iwagiro Toyama, 261 – Jardim Paulistano; 13564-380 São Carlos, SP, Brasil
  • Risely Ferraz-Almeida Universidade de São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Endereço: Av. Pádua Dias, 11 - Agronomia, Piracicaba - SP, 13418-900

DOI:

https://doi.org/10.24021/raac.v18i1.5218

Palavras-chave:

Atendimento Educacional Especializado, Educação Especial, Educação Inclusiva

Resumo

A expansão da cana-de-açúcar está mudando o perfil da produção agrícola em algumas regiões do Brasil. Com a hipótese que o aumento da área de cana-de-açúcar tem uma relação inversa com a área agrícola do milho, mas com uma relação positiva com a produção de leguminosas no sistema de sucessão cana-de-açúcar/leguminosa. O objetivo deste estudo foi monitorar o perfil da produção agrícola das culturas temporárias na região de São Carlos, São Paulo, durante 2004 a 2015. Uma meta analise foi realizada com os dados do Censo agropecuário, disponibilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Monitorou o perfil da produção de cana-de-açúcar, amendoim, feijão, mandioca, milho, soja e tomate. Resultados mostraram que a cana-de-açúcar e o milho são as culturas temporárias com maiores expressividades na região. O aumento na área agrícola com cana-de-açúcar reduziu a área de produção de milho (-0,85), soja (-0,33), feijão (-0,74) e tomate (-0,58). A importante da produção da cana-de-açúcar no cenário brasileiro é evidente para a produção de açúcar e etanol. Existe uma relação inversa da área de cana-de-açúcar com as áreas com milho e soja que é controlada pelas condições do mercado. Em contrapartida, a sucessão usando o amendoim/cana-de-açúcar promoveu uma relação harmoniosa entre as culturas com o aumento da produção de amendoim e melhoria das condições do solo, além de ser uma alternativa economicamente viável na reforma do canavial. Possivelmente, a soja também pode ser inserida nesta perspectiva nos próximos anos devido as características similares (também leguminosa) e o aumento da demanda por soja no mercado nacional e internacional.

 

Publicado

2021-01-17