ANÁLISE DO POTENCIAL BIOCATALÍTICO DE LIPASE DE CANDIDA RUGOSA IMOBILIZADA EM DIFERENTES SUPORTES

POTENCIAL BIOCATALÍTICO DE LIPASE DE CANDIDA RUGOSA

Autores

  • Adriano da da Silva Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC http://orcid.org/0000-0003-0183-5635
  • Rafael José Resende
  • Tamires Cristina Costa
  • Bárbara Viviane Oliveira de Sousa
  • Anderson Kenedy Santos
  • Braz de Souza Marotti
  • Saulo Luís da Silva
  • Adriano Cancelier
  • Daniel Bonoto Gonçalves

DOI:

https://doi.org/10.24021/raac.v18i1.5505

Resumo

Neste trabalho é avaliado o potencial biocatalítico da lipase de Candida rugosa (LCR) imobilizada em diferentes suportes: carvão ativado, gesso comercial e sílica gel, visando a produção de biodiesel. O método de imobilização por adsorção foi utilizado na imobilização da LCR nos suportes. A eficiência de imobilização expressa em termos da razão entre a atividade do complexo suporte-LCR e atividade da enzima livre, foram estimados, fornecendo eficiência de 89% para o carvão ativado-LCR, 62% para a sílica gel-LCR e 48% para o gesso-LCR. O complexo carvão ativado-LCR forneceu o maior índice de acidez. A análise por cromatografia de camada delgada do biodiesel produzido por este complexo apresentou fatores de retenção e ordem de eluição dos acilgliceróis compatíveis com a literatura, indicando um potencial deste complexo para a produção de biodiesel.

Biografia do Autor

Adriano da da Silva, Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC

Departamento de Engenharia Química e Engenharia de Alimentos-EQA

Publicado

2020-10-14