AQUICULTURA NA REGIÃO DE LARANJEIRAS DO SUL, PARANÁ: DIAGNÓSTICO E POLÍTICAS PÚBLICAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22295/grifos.v30i53.5987

Palavras-chave:

Cadeia aquícola; Desenvolvimento regional; Diagnóstico; Piscicultura.

Resumo

Aquicultura tem crescido constantemente no Brasil e no Paraná, apresentando-se como oportunidade de diversificação da produção rural e geração de renda, sem aumento de mão de obra. No entanto, a atividade está pouco estruturada, com poucos estudos realizados sobre sua situação, viabilidade e caminhos para o desenvolvimento sustentável na região estudada. Objetivou-se com este trabalho diagnosticar a situação da aquicultura na região geopolítica de Laranjeiras do Sul – Paraná. A pesquisa é um estudo transversal descritivo baseado em entrevistas com questionário semiestruturado in loco em todas as entidades envolvidas no setor aquícola e em amostra aleatória de 70 de 190 aquicultores existentes, proporcionalmente, nos dez municípios avaliados. Dados foram submetidos ao teste qui-quadrado, nos softwares R e Sphinx. Entre entidades, observou-se que a maioria desconhece a cadeia, realizou projetos pontuais e sem continuidade, mas consideram alto o potencial de desenvolvimento. A maioria das políticas públicas até o momento buscaram apoiar o aquicultor na assistência técnica e construção de viveiros. O foco da produção apontou a venda direta e autoconsumo, havendo abate informal. Propriedades são majoritariamente pequenas, com outra atividade como principal, pequena lâmina de água, mão de obra predominantemente familiar e chefiadas por homens. A produção principal é de tilápia em policultivo semi-intensivo. Parte significativa relatou problemas na venda e entrega produção diretamente ao consumidor. Conclui-se que os principais problemas são: acesso a mercados, falta de abatedouros ou frigoríficos regularizados e assistência técnica. Considera-se que, solucionando-se estes, a aquicultura na região tem potencial de crescimento e pode representar forma de diversificação.

Biografia do Autor

Dayane Regina Lenz, Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná IAPAR-EMATER

Extensionista rural efetiva no Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná IAPAR-EMATER, lotado em Santa Helena, Paraná, Brasil.

Mestra em Ciência Animal pela Universidade Federal de Goiás

Graduação em Engenharia de Pesca pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Emmanuel Arnhold, Escola de Veterinária e Zootecnia da Universidade Federal de Goiás

Professor associado II na Escola de Veterinária e Zootecnia da Universidade Federal de Goiás

Doutor em Genética e Melhoramento pela Universidade Federal de Viçosa

Mestre em Genética e Melhoramento pela Universidade Federal de Viçosa

Graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Viçosa

Betina Muelbert, Universidade Federal da Fronteira Sul, campus Laranjeiras do Sul

Professora efetiva do curso de Engenharia de Aquicultura e do Programa de Pós Graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável da Universidade Federal da Fronteira Sul, campus Laranjeiras do Sul

Doutora em Engenharia de Produção/Gestão Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina

Mestra em Aquicultura pela Universidade Federal de Santa Catarina

Graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Viçosa

Referências

ALMEIDA, I.F.; FISCHER, J.; SOARES, J.M.F.; HELLEBRANDT, L.M.; ANELLO, L.D.F.S.; WALTER, T. A cadeia produtiva da piscicultura em São Lourenço do Sul/RS. Sinergia – Revista do Instituto de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis, Rio Grande, v.20, n.2, p.111-126, 2016.

BRUM A.S. & AUGUSTO P.O.M. Ambiente de tarefa: as estratégias da COPACOL (PR) na produção de tilápia em escala industrial pelo sistema vertical integrado. RECC – Revista Eletrônica Científica do CRA-PR, Curitiba, v.3, n.1, p.19-34, 2015.

CANQUERINO Y.K.; NUNES, P.A.; DA SILVA CARPES, A.M. Estrutura produtiva do território da Cantuquiriguaçu com abordagem insumo-produto para o ano de 2010. Gestão e Desenvolvimento em Revista, Francisco Beltrão, v.1, n.1, p.116-132, 2015.

CHIDICHIMA, A.C.; RAMOS, M.J.; FIORESE, M.L.; FEIDEN, A.; SOUZA FRAGOSO, R.M.M. Indicação geográfica como estratégia de agregação de valor na produção de filé de tilápia: mapeamento da rede de relacionamento no oeste do Paraná. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, Taubaté, v.14, n.5, p.148-159, 2018.

COELHO, L.B. & PAULA, N.M. Políticas públicas e agricultura familiar: uma análise do PRONAF no Território do Cantuquiriguaçu/PR. Revista Grifos, Chapecó, n.45, p.183-203, 2018.

DELGADO, P.R.; BAZOTTI, A.; DE ULHOA CINTRA, A. Jovens rurais e agrícolas no Paraná – dimensionamento populacional e perfil socioeconômico. Caderno IPARDES, Curitiba, v.6, n.1, p.1-19, 2016.

DOS SANTOS, I.A.F.; SIEBER, S.S.; FALCON, D.R. Piscicultura de base familiar como estratégia para o desenvolvimento rural: experiências no Estado de Pernambuco. Revista Extensão Rural, DEAER-CCR-UFSM, Santa Maria, v.21, n.1, 2014.

DUTRA, F.M.; BITTENCOURT, F; FEIDEN, A. Perfil aquícola de pequenas propriedades fronteiriças no sudoeste do Paraná/Brasil. Extensio: Revista Eletrônica de Extensão, Florianópolis, v.11, n.17, p.180-189, 2014.

FAO – Food and Agriculture Organization of the United Nations. 2018. The state of world fisheries and aquaculture 2018 – Meeting the sustainable development goals. Roma: FAO. 210p. Disponível em: <http://www.fao.org/3/i9540en/I9540EN.pdf>. Acesso em: 27 dez. 2018.

FEIDEN, A.; RAMOS, M.J.; CHIDICHIMA, A.C.; SCHMIDT, C.M.; FIORESE, M.L.; COLDEBELLA, A. A cadeia produtiva da tilápia no oeste do Paraná: uma análise sobre a formação de um arranjo produtivo local. REDES: Revista do Desenvolvimento Regional, Santa Cruz do Sul, v.23, n.2, p.238-263, 2018.

FILIPSKI, M. & BELTON, B. Give a man a fishpond: modeling the impacts of aquaculture in rural economy. World Development, Amsterdã, v.110, p.205-223, 2018.

FONSECA, B.C.; AGUIAR, C.C.; SILVA, E.A.; SANTOS, R.M.; LINHARES, D.P. Apontamentos sobre o processo participativo em cooperativas de Programas de Reativação Econômica: o caso da Coopescabraúna. Revista ELO – Diálogos em extensão, Viçosa, v.6, n.1, p.1-12, 2017.

GLOWKA, R.P.; WEINGARTNER, M.; MUELBERT, B. Produção e comercialização de pescado no município de Laranjeiras do Sul, Paraná. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, Pombal, v.13, n.4, p.531-543, 2018.

IPARDES – Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social. 2018. Cadernos municipais. Curitiba: IPARDES. Disponível em: <http://www.ipardes.gov.br/index.php?pg_conteudo=1&cod_conteudo=30>. Acesso em: 21 jul. 2018.

LIMA, F.A.; RODRIGUES, A.P.O; OLIVEIRA-MACIEL, P.; PRYSTHON, A.; VALLADÃO-FLORES, R.M.; ARAÚJO-BEZERRA, T. Small-scale fish farming in seasonal ponds in Brazil: technical and economic characterization. Latin American Journal of Aquatic Research, Valparaíso, v.46, n.2, p.314-329, 2018.

MEDEIROS, M.V.; AUBIN, J.; CAMARGO, A.F.M. Life cycle assessment of fish and prawn production: Comparison of monoculture and polyculture freshwater systems in Brazil. Journal of Cleaner Production, Amsterdã, v.156, p.528-537, 2017.

PARANÁ. Secretaria da Agricultura e do Abastecimento. Números da pecuária paranaense – Ano 2018. Curitiba: Estado do Paraná. Disponível em: <http://www.agricultura.pr.gov.br/arquivos/File/deral/nppr.pdf>. Acesso em: 27 dez. 2018a.

PARANÁ. Secretaria da Agricultura e do Abastecimento. 2018. Análise econômica da pesca e aquicultura paranaense – Ano 2018. Disponível em: <http://www.agricultura.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=239>. Acesso em: 28 dez. 2018b.

PEIXE BR. Associação Brasileira de Piscicultura. Anuário PEIXE BR da Piscicultura 2019. São Paulo: PEIXEBR, 2019. 147p.

R Core Team. 2018. R: A language and environment for statistical computing. Viena: R Foundation for Statistical Computing. Disponível em: <https://www.R-project.org/>. Acesso em: 27 dez. 2018.

RAMOS, M.J.; DE SOUZA FRAGOSO, R.M.; FEIDEN, A. A multi-objective approach for suply chain network design: tilápia pisciculture in Paraná State – Brazil. Journal of Agricultural and Food Industrial Organization, v.17, n.1, p.1-14, 2018.

RIBEIRO-NETO, T.F.; SILVA, A.H.G.; GUIMARÃES, I.M.; GOMES, M.V.T. Piscicultura familiar extensiva no baixo São Francisco, estado de Sergipe, Brasil. Acta of Fisheries and Aquatic Resources, São Cristóvão, v.4, n.1, p.62-69, 2016.

Publicado

2021-06-14

Como Citar

de Moura Victorio, A., Lenz, D. R., Arnhold, E., & Muelbert, B. (2021). AQUICULTURA NA REGIÃO DE LARANJEIRAS DO SUL, PARANÁ: DIAGNÓSTICO E POLÍTICAS PÚBLICAS. Revista Grifos, 30(53), 154-172. https://doi.org/10.22295/grifos.v30i53.5987