Representações da morte em Tomás de Celano

Autores

  • Andréia Cristina Lopes Frazão da Silva
  • Elisabeth da Silva Passos

Palavras-chave:

Estratégia, viabilidade, projeto

Resumo

As formas de apreensão e representação da morte variam de acordo com o tempo e o espaço e de um grupo social para outro; deste modo, podemos dizer que existe uma História da Morte. Seguindo tal prerrogativa, temos por objetivo, neste artigo, discutir a forma como o hagiógrafo Tomás de Celano representa as mortes de Francisco e Clara de Assis, um homem e uma mulher considerados santos, a partir de diretivas de gênero e à luz das relações de poder no seio da Ordem Franciscana e da Igreja Romana.

Publicado

2014-07-29