Um estudo sobre o papel da mulher na sociedade brasileira por meio de O Cravo e a Rosa e Coisa Mais Linda

Autores

  • Maiara Leite Secretaria de educação do estado de São Paulo
  • Ana Carolina Alves da Silva Universidade Federal do ABC

DOI:

https://doi.org/10.22562/2021.55.17

Palavras-chave:

Dominação masculina , O Cravo e a Rosa , Coisa Mais Linda

Resumo

Este artigo pretende discutir se houve e, em caso positivo, quais foram as mudanças na sociedade brasileira em relação ao papel da mulher na sociedade, partindo da compreensão do feminismo como agente condutor das transformações sociais entre os períodos de 1920 e 1960. Para tanto, a pesquisa recorre às mídias como fonte principal e dentro desta, uma perspectiva analítica acerca da dominação masculina e o papel da mulher entre as décadas de 1920 e 1960 na sociedade brasileira. Isto, por meio da novela O Cravo e a Rosa (2000) da Rede Globo, e a série Coisa Mais Linda (2019) produzida pela Netflix.

Biografia do Autor

Maiara Leite, Secretaria de educação do estado de São Paulo

Professora da Secretaria de educação do estado de São Paulo. Mestre em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade do Vale do Paraíba. Graduanda em Ciências Sociais pela Universidade Anhembi Morumbi. Graduada em História pela Universidade do Vale do Paraíba. 

Ana Carolina Alves da Silva, Universidade Federal do ABC

Mestranda em Ciências Sociais e Humanas pela Universidade Federal do ABC. Graduanda em Geografia pela Universidade de Taúbate. Graduada em História pela Universidade do Vale do Paraíba. 

Publicado

2021-12-03