Evolução e Qualificação do Mercado Formal de Trabalho em Santa Catarina entre 1991 e 2005

Autores

  • Lauro Mattei
  • Aline Venturi

DOI:

https://doi.org/10.46699/rce.v11i21.254

Resumo

As transformações estruturais que atingiram o capitalismo nas últimas décadas do século XX causaram impactos sobre o mercado do trabalho. Fatores como a terceira revolução
tecnológica, a abertura comercial e a desregulamentação dos mercados, sob a égide da globalização econômica, delinearam um movimento de reestruturação produtiva nas empresas, reduzindo os empregos e precarizando as relações de trabalho. Essas mudanças atingiram os países centrais e mais intensamente os trabalhadores dos países periféricos, como o Brasil. Este trabalho tem como objetivo analisar a evolução do mercado formal de trabalho catarinense frente ao novo contexto econômico e político marcado pela reestruturação produtiva que proporcionou a eliminação de muitos empregos formalizados e elevou os índices de informalidade.

Edição

Seção

Artigos