A Disposição a pagar (DAP) por serviços de alimentação: uma estimativa para os Restaurantes Populares de Palmas/ TO

Autores

  • Marcus Vinícius Alves Finco
  • Fernanda Dias Bartolomeu Abadio Finco

DOI:

https://doi.org/10.46699/rce.v11i21.256

Palavras-chave:

educação, cenários, prospecção, estratégia

Resumo

O presente artigo mostra a utilização do Método de Valoração Contingente a fim de se estimar a máxima disposição a pagar (DAP) dos usuários do Programa Solidário de Restaurantes
Populares de Palmas/TO por melhorias nos serviços de alimentação. O valor da DAP para Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN) do Centro foi estimado em R$118.384,00, por mês, no agregado, ou R$ 2,95 por mês, por usuário e para a UAN de Taquaralto foi de R$ 30.132,00, por mês, no agregado,
ou R$0,75 por mês, por usuário. O coeficiente elasticidade-renda, no ponto médio, para a UAN – Centro foi estimado em 0,27. Já o coeficiente elasticidade-renda, no ponto médio, para a UAN – Taquaralto foi de 0,35, ou seja, um incremento de 10% na renda dos usuários desta UAN, aumentará em 3,5% (ceteris paribus), mostrando que os coeficientes, em ambas as UANs, podem ser considerado inelásticos. Espera-se que a estimativa dos valores de DAP possam servir de subsídio para os órgãos responsáveis pela Gestão do Programa, a fim de orientarem futuras políticas para o seu aperfeiçoamento,
levando em consideração aspectos sociais, econômicos, de saúde e nutrição.

Edição

Seção

Artigos