EDUCAÇÃO DE SURDOS: Aspectos a se considerar segundo percepção dos alunos de um Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia sobre inserção em espaço acadêmico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v22i0.5571

Palavras-chave:

Saúde ambiental, Dissertações acadêmicas, Meio Ambiente, Educação

Resumo

O cenário da inclusão dos alunos surdos no ensino médio e superior ainda se encontra em construção e demanda avaliações constantes para adequação do atendimento acadêmico deste público. Este trabalho apresentou como objetivo uma investigação e análise da percepção dos alunos com deficiência sobre o atendimento recebido em um Instituto Federal da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. O público alvo escolhido foi os alunos surdos de um Instituto Federal da Região Norte do país, que ainda está em fase de implantação, com cinco anos

de atividade, considerando nessa escolha que a deficiência surdez é aquela que se apresenta em maior proporção dentre os alunos com deficiência atendidos nesta Instituição. O trabalho utilizou uma abordagem quali-quantitativa e empregou questionários e entrevistas. Os resultados indicaram que apesar de satisfeitos com o atendimento recebido, os alunos percebem a existência de diversos problemas e preocupações, principalmente em relação ao despreparo de professores para o atendimento a este público, o que aponta para a necessidade de que se realize formação acadêmica dos professores tanto em nível superior quanto em pós-graduação em relação a esse tema.

Biografia do Autor

Cesar Gomes de Freitas, Instituto Federal do Acre (IFAC).

Doutor em Ensino pelo Instituto Oswaldo Cruz da Fiocruz. Docente do Instituto Federal do Acre (IFAC). E-mail: cesar.freitas@ifac.edu.br

Cristina Maria Carvalho Delou, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Doutora em Educação. Docente Aposentada da Universidade Federal Fluminense. E-mail: cristinadelou@globo.com

Tatiane Militão de Sá, Universidade Federal Fluminense (UFF).

Doutoranda em Ciências e Biotecnologia pela UFF. E-mail: tatimili2@yahoo.com.br

Helena Carla Castro, Universidade Federal Fluminense (UFF).

Doutora em Química Biológica. Docente da Universidade Federal Fluminense (UFF). E-mail: hcastrorangel@yahoo.com.br

Referências

BRASIL. MEC/ INEP. Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopse estatística da educação superior: censo 2015. Brasília, DF: O Instituto, 2015a.

BRASIL. MEC/ INEP. Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopse estatística da educação superior: censo 2016. Brasília, DF: O Instituto, 2016b.

BRASIL. MEC/ INEP. Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopse estatística da educação superior: censo 2017. Brasília, DF: O Instituto, 2017c.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Secretaria de Educação Especial. Manual de Orientação: programa de implantação de sala de recursos multifuncionais. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Especial, 2010. 33 p. Disponível em: <http://www.oneesp.ufscar.br/orientacoes_srm_2010.pdf>. Acesso em: 20 out. 2018.

BISOL, C. A. et al. Estudantes surdos no nível superior: reflexões sobre a inclusão. Cadernos de Pesquisa, v. 40, n. 139, p.147-172, jan./abr. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/v40n139/v40n139a08 Acesso em: 15 abr. 2018.

CAIADO, K.; JESUS, D.M. de.; BAPTISTA, C.R. (Organizadores). Professores e educação especial: formação em foco. Porto Alegre: Edição/CDV/FACITEC, 2011.

CAREGNATO, R.C. A; MUTTI, R. Pesquisa qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto & Contexto- Enfermagem, v.15, n.4, p.679-84, 2006.

CARVALHO, C. C. et al. Evasão escolar de alunos surdos: por que não intervir ao invés de criticar? In: IV Congresso Nacional de Educação, CONEDU. João Pessoa (PB) 15 a 17 nov. 2017.

CAMPELLO, A.R. S. Pedagogia Visual/Sinal na Educação dos Surdos. QUADROS, R.M; PERLIN, G. (Orgs.), Estudos Surdos II. Petrópolis, RJ: Arara Azul, 2017, p. 100-131.

COHEN, L; MANION, L; MORRISON, K. Research Methods in Education. 5. ed. Inglaterra: Editora Routledge Falmer, 2001.

COOL, C.; MARCHESI, A.; PALACIOS, J. (Org.). Desenvolvimento psicológico e educação: transtornos do desenvolvimento e necessidades educativas especiais. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.

CRUZ, S. R; ARAÚJO, D. A. C. A história da educação de alunos com surdez: ampliação de possibilidades. Revista Educação Especial, Universidade Federal de Santa Maria, v. 29, n. 55, p. 373-384, out/dez, 2016.

DEUS, V. O. Libras: uma língua estrangeira? Revista Arara Azul. v. 22, 2017. Disponível em: http://editora-arara-azul.com.br/site/admin/ckfinder/userfiles/files /3%C2%AA%20 Artigo%20 Viviane%20Oliveira%20de%20Deus.pdf Acesso em: 20 dez. 2017.

FERNANDES, E. M.; ORRICO, H. F. Acessibilidade e inclusão social. 2. ed. Rio de Janeiro: Descubra, 2012.

FREITAS, C. G.; DELOU, C. M.; CASTRO, H. C. Alunos com deficiência: investigação e análise das condições de atendimento de um Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia no Brasil. Revista Educação Especial. v. 28. n. 53, set./dez. 2015.

GUERREIRO, E.M.B.R. A acessibilidade e a educação: um direito constitucional como base para um direito social da pessoa com deficiência. In: Revista Educação Especial, Universidade Federal de Santa Maria, v. 25, n. 43, p. 217-232, maio/ago, 2012.

KEBACH, P.; CARMINATTI, J. S.; PAAZ, A. Experiência inclusiva no ensino superior: ações do núcleo de apoio psicopedagógico de uma instituição de ensino superior. In ANAIS de evento 1° Seminário Luso-Brasileiro, 2017.

LACERDA, C.B. F.; ALBRES, N. A.; DRAGO, S.L.S. Política para uma educação bilíngue e inclusiva a alunos surdos no município de São Paulo. Educação e Pesquisa, p. 65-80.

LIMA, P. A. Educação inclusiva: indagações e ações nas áreas da educação e da saúde. São Paulo: Avercamp,2010.

MARTINS, S. E. S. O.; NAPOLITANO, C. J. Inclusão, acessibilidade e permanência: direitos de estudantes surdos à educação superior. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, v. 33, n. especial 3, p. 107-126, dez. 2017

MARTINS, D. A.; SOUSA, S. F. Educação infantil e aquisição da linguagem: contrapontos de uma política inclusiva e bilíngue para surdos. In: ALBRES, N.A.; NEVES, S.L.G. (Org.). Libras em estudo: política educacional. São Paulo: FENEIS, 2013. p.71-96.

MAZZOTTA, M.J.S. Educação Especial no Brasil: histórias e políticas públicas. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

MENDES, E. G. A radicalização do debate sobre inclusão escolar no Brasil. Revista Brasileira de Educação, v. 11, n. 33, set./dez. 2006.

MOURA, M.C. Surdez e Linguagem. In: LACERDA, C.B.F.; SANTOS, L.F. (Org.). Tenho um aluno surdo, e agora? Introdução a Libras e educação de surdos. São Carlos: EDUFSCar, 2013. p.13-26.

OLIVEIRA, S. R. G.; MOREIRA, F. R. C.; SILVS, F. F. M. Perfil e expectativa dos alunos concluintes dos cursos técnicos integrados do IFRN, Campus Apodi. HOLOS, A 30, V. 5, 2014.

ORRÚ, S. E. Estudantes com necessidades especiais: singularidades e desafios na prática pedagógica inclusiva. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2012.

QUADROS, R.M. Políticas linguísticas e educação de surdos em Santa Catarina: espaço de negociações. Cadernos Cedes, 2006. p. 141-161.

ROSA, A. S.; CRUZ, C. C.; CORDEIRO, A. S. R. C. Internet: fator de inclusão da pessoa surda. Rev. Online da Bibl. Prof. Joel Martins, Campinas, v.2, n.3, p.38-54, jun. 2001.

REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLOGICA. Histórico da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Brasília: MEC, 2013. Disponível em: <http://www.redefederal.mec.gov.br>. Acesso em: 23 mar. 2015.

RUMBERGER, R. W. Why students drop out of school. In G. Orfield (Ed.), Dropouts in America: Confronting the graduation rate crisis (2006, pp.131-155). Cambridge: Harvard Education Press.

SANTOS, D.S.; SANTOS, M. K. N. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo e o direito a uma escola pública de qualidade: um estudo sobre perfil dos jovens estudantes ingressantes no Ensino Médio Técnico Integrado. In: Anais do III Colóquio Nacional, Eixo Temático I – Políticas em educação profissional, 2016.

SOARES, M. A. L.; CARVALHO, M. F. O professor e o aluno com deficiência. São Paulo: Cortez, 2012.

TERRA, R. N.; GOMES C. G. Inclusão escolar: carências e desafios da formação e atuação profissional. Revista Educação Especial, Universidade Federal de Santa Maria, v. 26, n. 45, p. 109-124, jan/abr. 2013.

Publicado

2021-02-01

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua