CRIANÇAS E REINVENÇÕES LÚDICAS: produção de culturas infantis em tempos de covid-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v22i0.5807

Palavras-chave:

Crianças, Produção de Culturas Infantis, Brincadeira, Atividade Lúdica, Covid-19

Resumo

O estudo tem por objetivo discutir como um grupo de crianças tem reinventado os modos de se divertir, em espaços de interação restritos, decorrentes da pandemia de Covid-19. Apoia-se metodologicamente na abordagem qualitativa, tendo a entrevista semiestruturada como técnica de coleta de dados. Teoricamente vale-se da sociologia da infância e da teoria histórico-cultural, discutindo possíveis conexões entre ambas as perspectivas. Os dados foram produzidos a partir da análise de enunciação (BARDIN, 2016) e indicaram que as crianças estão reinventando suas formas singulares de fruir o tempo por meio de brinquedos e brincadeiras, assim como em jogos virtuais, por intermédio de dança, pintura, desenho, plantio e até da escrita de livros. Ao final, deixa-se em aberto uma questão problematizadora, que sugere novas pesquisas sobre os sentidos que as crianças estão produzindo acerca de vida e sociedade, no contexto da pandemia.

Biografia do Autor

Eunice Andrade de Oliveira Menezes, Universidade Federal do Cariri (UFCA)

Doutora em Educação. Docente dos Cursos de Pedagogia e Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Naturais e Matemática do Instituto de Formação de Educadores/IFE da Universidade Federal do Cariri/UFCA. Líder do Grupo de Pesquisa em Educação, Ciências e Mídias Digitais – EDUCMIDIA/UFCA. Integra o Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática, Docência e Educação- GEPEDE, da Universidade Regional do Cariri.

Referências

BARBOSA, Maria Carmen Silveira. Culturas infantis: contribuições e reflexões. Revista Diálogo Educacional, v. 14, n. 43, p. 645-667, set./dez. 2014.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2016.

CORSARO, William Arnold. Entrada no campo, aceitação e natureza da participação nos estudos etnográficos com crianças pequenas. Educação e sociedade, v. 26, n. 91, p. 443-464, mai/ago. 2005.

CORSARO, William Arnold. Sociologia da infância. 2. ed. Tradução Lia Gabriele R. Reis. Porto Alegre: Artmed, 2011.

LEONTIEV, Aléxis Nikolaevich. Os princípios psicológicos da brincadeira escolar. In: VYGOTSKY, Lev Semenovich.; LURIA, Alexander Romanovich.; LEONTIEV, Aléxis Nikolaevich. In; Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone, 1988. p. 119-142.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária, 1986.

MARTINS FILHO, Altino José; BARBOSA, Maria Carmem Silveira. Metodologias de pesquisas com crianças. Revista Reflexão e Ação, v. 18, n. 2, p.08-28, jul./dez. 2010.

SBP - SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Nota de Alerta – Pais e filhos em confinamento durante a pandemia de COVID-19, 2020. Disponível em: https://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/pais-e-filhos-em-confinamento-durante-a-pandemia-de-covid-19/. Acesso em: 22 jun. 2020.

PRADO, Patrícia Dias. Diferentes infâncias, diferentes questões para a pesquisa. In: MARTINS FILHO, Altino José; PRADO, Patrícia Dias (Orgs.). Das pesquisas com crianças à complexidade da infância. Campinas: Autores Associados, 2011. p. 107-128.

PRESTES, Zoia. A sociologia da infância e a teoria histórico-cultural: algumas considerações. Revista de Educação Pública, v. 22, n. 49/1, p. 295-304, maio/ago. 2013.

SANTOS, B. S. A cruel Pedagogia do Vírus. Coimbra: Almedina, 2020.

SARMENTO, Manuel Jacinto. Conhecer a infância: os desenhos das crianças como produções simbólicas. In: MARTINS FILHO, Altino José; PRADO, Patrícia Dias (Orgs.). Das pesquisas com crianças à complexidade da infância. Campinas: Autores Associados, 2011. p. 27-60.

SARMENTO, Manuel Jacinto. Uma agenda crítica para os estudos da criança. Currículo sem Fronteiras, v. 15, n. 1, p. 31-49, jan./abr. 2015.

SARMENTO, Manuel Jacinto. A Sociologia da Infância portuguesa e o seu contributo para o campo dos estudos sociais da infância. Contemporânea, v. 8, n. 2. jul-dez. 2018. p. 385-405.

TONETTO, Marcos Rafael; MARANGON, Davi; MONTEIRO, Tatiane Lopes. Influências de concepções sociológicas na construção de uma sociologia da infância. Revista pedagógica, v. 22, p. 1-21, 2020.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. Imaginación y criación em La edad infantil. Ministerio de Educación, Cuba: Pueblo y Educación, 1987.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. A construção do pensamento e da linguagem. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

Publicado

2021-01-08

Edição

Seção

Dossiê - Infância e Crianças: discussões à luz da Sociologia da Infância