OS DESAFIOS DA VIDA DISCENTE EM TEMPOS PANDÊMICOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v25i1.6977

Palavras-chave:

Ensino remoto. Saúde mental. Vida discente. Fake news. Negacionismo

Resumo

O presente artigo apresenta uma análise dos discursos presentes no curso de extensão intitulado “A universidade pública vive: atuação transformadora em tempos pandêmicos” promovido pelo grupo de pesquisa Linguagens no Ensino de Ciências (Linec) em parceria com o canal do Grupo de Trabalho GT – Covid-19 UFRJ. O curso teve o intuito de aproximar o corpo docente, discente e os demais interessados em debates direcionados ao atual cenário pandêmico no Brasil, com vistas aos temas: o retorno das aulas em formato remoto e a saúde mental dos estudantes e dos outros integrantes da comunidade universitária. Os registros das interações no transcorrer das atividades se deram por meio de formulários eletrônicos, enquetes virtuais, chats e trocas de mensagens por correio eletrônico. Para análise do material, utilizamos a Análise de Conteúdo de Laurence Bardin (2002). Durante o curso, os participantes ponderaram sobre diversos temas, entre eles destacamos: as circulações de notícias falsas no ciberespaço, o negacionismo científico, o agravamento da crise financeira, o agravamento da saúde mental dos acadêmicos, a precarização da qualidade do ensino, a necessidade de adaptação quanto ao uso de tecnologias e como consequência a falta de preparo durante formação dos professores para atuarem à distância, a exclusão de alguns discentes do ensino remoto por conta da falta de equipamentos, adoecimento de familiares e precarização das condições socioeconômicas por conta do desemprego crescente e por fim, a constatação do processo de sucateamento que as universidades públicas vêm enfrentando.

Biografia do Autor

Fabiana de Freitas Poso, UFRJ

Doutoranda em Educação em Ciências e Saúde pelo Nutes / UFRJ

Marcius Vinicius Borges da Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutorando em Educação em Ciências e Saúde da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Bruno Andrade Pinto Monteiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutor em Educação em Ciências e Saúde (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Professor do Programa de Pós- Graduação em Educação em Ciências e Saúde da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70 Ltda, 2002.

BARDAGI, Marucia; HUTZ, Claudio Simon. Evasão universitária e serviços de apoio ao estudante: uma breve revisão da literatura brasileira. Psicologia Revista, São Paulo, v. 14, n. 2, p. 279-301, 2005.

BEZERRA, Kelianny Pinheiro et al. Ensino remoto em universidades públicas estaduais: o futuro que se faz presente. Research, Society and Development, v. 9, n.9, p. 1-17, 2020.

CAMPOS Claudinei José Gomes. Método de Análise de Conteúdo: ferramenta para a análise de dados qualitativos no campo da saúde. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 57, n. 5, p. 611-614, 2004.

CANDIDO, Marcia Rangel; CAMPOS, Luiz Augusto. Pandemia reduz submissões de artigos acadêmicos assinados por mulheres, Blog DADOS, 2020. Disponível em: http://dados.iesp.uerj.br/pandemia-reduz-submissoes-de-mulheres/. Acesso em 6 nov. 2021.

COLARES, Anselmo Alencar. A educação superior e os desafios da prática docente. Revista Exitus, v. 8, n. 1, p. 17-33, 2017.

DIAS, Érika; PINTO, Fátima Cunha Ferreira. A Educação e a Covid-19. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v.28, n.108, p. 545-554, 2020.

DIAS, Valéria. Como reorganizar a rotina pode ajudar sua saúde psíquica na quarentena. Disponível em https://jornal.usp.br/ciencias/como-reorganizar-a-rotina-pode-ajudar-sua-saude-psiquica-na-quarentena/. Acesso feito em 07 de dezembro de 2021.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa nacional por amostra de domicílios contínua: acesso à internet e à televisa e posse de telefone móvel celular para uso pessoal 2018. 2020. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=2101705. Acesso em 8 nov. 2021.

FERREIRA, Suiane Costa. Apartheid digital em tempos de educação remota: atualizações do racismo brasileiro. Interfaces Científicas – Educação, 10, n. 1, p. 11-24, 2020.

FONAPRACE - Fórum de Pró-reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis.V Pesquisa Nacional de Perfil Socioeconômico e Cultural dos (as). Graduandos (as) das IFES – 2018. Disponível em: https://www.andifes.org.br/wp-content/uploads/2019/05/V-Pesquisa-Nacional-de-Perfil-Socioeconomico-e-Cultural-dos-as-Graduandos-as-das-IFES-2018.pdf. Acesso em 10 de ago. 2021.

FOUCAULT, Michael. Vigiar e punir: o nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 1987.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GALHARDI, Cláudia. Pereira et al. Fato ou Fake? Uma análise da desinformação frente à pandemia da Covid-19 no Brasil. Ciências & Saúde Coletiva, p. 4201-4210, 2020

HENRIQUES, Cláudio Maierovitch Pessanha; VASCONCELOS, Wagner. Crises dentro da crise: respostas, incertezas e desencontros no combate à pandemia da Covid-19 no Brasil. Estudos Avançados, v. 34, n. 99, p. 25-44, 2020

MENDES, Rosana Maria; MISKULIN, Rosana Giaretta Sguerra. A Análise de Conteúdo como uma metodologia. Cadernos de Pesquisa, v. 47, n. 165 p.1044-1066, 2017

MOZZATO, Anelise Rebelato ; GRZYBOVSKI, Denize. Análise de Conteúdo como Técnica de Análise de Dados Qualitativos no Campo da Administração: Potencial e Desafios. RAC, Curitiba, v. 15, n. 4, p. 731-747, 2011

NÓVOA, Antonio. A pandemia de Covid-19 e o futuro da Educação. Revista Com Censo #22. Volume 7. Número 3. Agosto, 2020. Disponível em: http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/905/551. Acesso em: 11 jun. 2021.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE - OMS. Programme on Mental Health. WHOQOL User Manual.1998. p. 1-106. Disponível em https://www.who.int/tools/whoqol. Acesso em 10ago. 2021.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE - OMS. Atualização epidemiológica semanal no COVID-19 (10 de agosto de 2021). Disponível emhttps://www.who.int/publications/m/item/weekly-epidemiological-update-on-covid-19---10-august-2021. Acesso em 12 ago. 2021.

ORNEL, Felipe et al. “Pandemic fear” and COVID-19: mental health burden and strategies. Brazilian Journal of Psychiatry, v. 42, ed. 3, pp. 232- 235. 2020.

PIMENTA, Selma Garrido. Pesquisa-ação crítico-colaborativa: construindo seu significado a partir de experiências com a formação docente. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 3, p. 521–539, 2005

POSO, Fabiana de Freitas; Monteiro, Bruno Andrade Pinto. A perspectiva decolonial nos cursos de formação de professores: uma revisão de literatura. Revista Pedagógica, v. 23, p. 1-18, 2021.

RAMIRES, Vera Regina. Cogniçao social e teoria do apego: possíveis articulações. Psicologia: Reflexao e Crítica, v. 16, n. 2, p. 403-410, 2003.

ROCHA, D.; DEUSDARÁ, B. Análise de Conteúdo e Análise do Discurso: aproximações e afastamentos na (re)construção de uma trajetória. Alea, v. 7, n. 2, p. 305 – 322, 2005.

RODRIGUES, Bráulio et al . Aprendendo com o Imprevisível: Saúde Mental dos Universitários e Educação Médica na Pandemia de Covid-19. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 44, p. 1-5, 2020.

ROSA, Alexandre Reis. "Nós e os índices": um outro olhar sobre a pressão institucional por publicação. Revista de Administração de Empresas, v. 48, n. 4, p. 108-114, 2008.

SANTOS, Edméa O. EAD, palavra proibida. Educação online, pouca gente sabe o que é. Ensino remoto, o que temos para hoje. Mas qual é mesmo a diferença? #livesdejunho... Revista Docência e Cibercultura. Notícias. 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/re-doc/announcement/view/1119 . Acesso em: 28 jun. 2021.

SILVA, Ellery Henrique Barros; NETO, Jerônimo Gregório Silva; SANTOS, Marileide Chaves. Pedagogia da pandemia: reflexões sobre a educação em tempos de isolamento social. Revista Latino-Americana de Estudos Científicos, v. 1, n. 4, p. 29 – 44, 2020.

SILVA, Fabiane Ferreira; RIBEIRO, Paula Regina Costa. Trajetórias de mulheres na ciência: "ser cientista" e "ser mulher". Ciência & Educação. v. 20, n. 2, p. 449-466, 2014.

VASQUES, D. G.; OLIVEIRA, V. H. N. Iniciação científica na pandemia: uma análise dos estudos remotos ao Ensino Fundamental. Interfaces Científicas - Educação, v. 10, n. 1, p. 164 – 179, 2020.

Downloads

Publicado

2023-06-26

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua