O PAPEL DOS PROFISSIONAIS DA PSICOLOGIA E DA ENFERMAGEM NA ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO INSTITUTO FEDERAL DA PARAÍBA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v25i1.7091

Palavras-chave:

Políticas Públicas. Assistência ao Estudante. Psicologia. Serviço de Enfermagem.

Resumo

A assistência estudantil é uma política pública imprescindível para tornar possível a garantia de acesso, permanência e êxito dos estudantes na trajetória educacional, especialmente quando se refere ao público mais vulnerável socioeconomicamente.  A presente pesquisa, de abordagem qualitativa e exploratória, desenvolvida no ano de 2022, é um estudo de caso que teve como objetivo analisar a contribuição da atuação dos profissionais da Psicologia e da Enfermagem nos processos de assistência estudantil do Instituto Federal da Paraíba. A coleta de dados foi realizada a partir de pesquisa documental, buscando os principais normativos sobre assistência estudantil do país e da instituição pesquisada, trazendo para a discussão o que cabe aos profissionais da Enfermagem e da Psicologia como membros integrantes da equipe multiprofissional de apoio ao estudante. A análise de dados teve como base a proposta de análise temática de conteúdo. Foi possível observar que, não obstante as especificidades da Psicologia e da Enfermagem, ambas as áreas de atuação convergem para a promoção do desenvolvimento integral dos sujeitos envolvidos nos processos de ensino e aprendizagem, com vistas à redução dos indicadores de retenção e evasão escolar. Os achados da pesquisa mostram, portanto, a relevância dos profissionais da Psicologia e da Enfermagem no espaço educacional, otimizando a permanência e êxito dos estudantes. Há, porém, a necessidade de maiores definições e detalhamentos nas políticas de assistência estudantil no que se refere às responsabilidades e atribuições desses profissionais no contexto educacional e ao quantitativo mínimo exigido para compor a equipe multidisciplinar.

Biografia do Autor

Fátima Maria Carpes Firmino, UFRN

Psicóloga na UFRN, especialista em Psicopedagogia, mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT/IFPB).

Lucivaldo Alves Ferreira, IFPB

Enfermeiro no IFPB (Campus Monteiro), especialista em Enfermagem do Trabalho, mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT/IFPB).

Dra. Deyse Morgana das Neves Correia, IFPB

Pedagoga (2008), Mestre (2011) e Doutora (2016) em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professora da Unidade Curricular de Didática e Pedagogia no IFPB (Campus Patos), docente do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), Campus João Pessoa.

Referências

ALVES, Solange Maria. A Pedagogia libertadora e a Psicologia histórico-cultural: dialogando educação e desenvolvimento humano. Revista Pedagógica, v. 15, n. 30, p. 427-452, jan./jun. 2013. Disponível em: https://bell.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/pedagogica/article/view/1576. Acesso em: 31 maio 2021.

ANDRADA, Paula da Costa de et al. A dimensão psicossocial na formação do psicólogo escolar crítico. In: SOUZA, Vera Lúcia Trevisan de et al. (Org.). Psicologia escolar crítica: atuações emancipatórias nas escolas públicas. Campinas, SP: Editora Alínea, 2018.

ASBAHR, Flávia da Silva Ferreira; NASCIMENTO, Carolina Picchetti. Criança não é manga, não amadurece: conceito de maturação na teoria histórico-cultural. Psicologia: ciência e profissão, v. 33, p. 414-427, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pcp/a/4Wq5bTmhnrT8XG8w3B5Xcvj/abstract/?lang=pt . Acesso em: 19 set. 2021.

BERTOLLO-NARDI, Milena. O trabalho do psicólogo em um Campus do Instituto Federal do Espírito Santo: possibilidades e desafios de uma prática. 2014. 199 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2014. Disponível em: http://repositorio.ufes.br/bitstream/10/9089/1/tese_5901_Tese%20de%20Doutorado%20-%20Milena%20Bertollo%20Nardi.pdf. Acesso em: 13 jun. 2021.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília: Presidência da República, 1988. Disponível em: www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 10 maio 2021.

BRASIL. Decreto nº 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI. Diário Oficial da União. Brasília, 25 de abril de 2007a. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm. Acesso em: 13 abr. 2022.

BRASIL. Decreto nº 6.286, de 5 de dezembro de 2007. Institui o Programa Saúde na Escola - PSE, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 06 de dezembro de 2007b. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6286.htm. Acesso em: 27 dez. 2021.

BRASIL. Decreto nº 7.234, de 19 de julho de 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil – PNAES. Diário Oficial da União. Brasília, 20 de julho de 2010. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7234.htm. Acesso em: 03 ago. 2021.

BRASIL. Lei n° 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6286.htm. Acesso em: 26 maio 2021.

BRASIL. Lei nº 11.892, 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 30 de dezembro de 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm. Acesso em: 20 ago. 2021.

BRASIL. Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Institui o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 30 de agosto de 2012. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12711.htm. Acesso em: 04 ago. 2021.

BRASIL. Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 28 de dezembro de 1961. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4024.htm. Acesso em: 14 dez. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria Normativa nº 39, de 12 de dezembro de 2007. Institui o Plano Nacional de Assistência Estudantil – PNAES. 2007c. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/portaria_pnaes.pdf. Acesso em: 03 set. 2021.

CAVALCANTE, Lorena de Almeida; MARINHO-ARAUJO, Claisy Maria. A dimensão ética e política da pesquisa em Psicologia escolar. Revista de Psicologia da IMED, v. 11, n. 1, p. 103-119, abr. 2019. Disponível em: https://seer.imed.edu.br/index.php/revistapsico/article/view/3018. Acesso em: 20 fev. 2022.

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA PARAÍBA. Plano de Desenvolvimento Institucional 2005-2009. IFPB: Reitoria, João Pessoa, 2006. Disponível em: https://www.ifpb.edu.br/transparencia/documentos-institucionais/documentos/PlanoDesenvolvimentoInstitucional_PDI.pdf. Acesso em: 16 jun. 2023.

CRISTINO, Ana Caroline Cabral et al. A contribuição da assistência estudantil para o desenvolvimento biopsicossocial de estudantes do Instituto Federal, Campus Limoeiro do Norte. Conexão Ciência e Tecnologia, v. 10, n. 1, p. 9-16, mar. 2016. Disponível em: http://conexoes.ifce.edu.br/index.php/conexoes/article/view/844. Acesso em: 27 abr. 2022.

FEITOSA, Lígia Rocha Cavalcante; MARINHO-ARAÚJO, Claisy Maria. O papel do psicólogo na Educação Profissional e Tecnológica: contribuições da Psicologia escolar. Estudos de Psicologia, v. 35, p. 181-191, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/estpsi/a/cv45KVLKRKJLx6r435MtrBN/abstract/?lang=pt. Acesso em: 17 abr. 2022.

FEITOSA, Lígia Rocha Cavalcante; MARINHO-ARAÚJO, Claisy Maria. Psicologia escolar nos institutos federais de educação, ciência e tecnologia: oportunidades para atuação profissional. In: FRANCISCHINI, Rosângela; VIANA, Meire Nunes Conselho Federal de Psicologia. Psicologia escolar: que fazer é esse. Brasília: CFP, 2016. Disponível em: https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2016/08/CFP_Livro_PsinaEd_web.pdf. Acesso em: 17 jun. 2021.

FINATTI, Betty Elmer; ALVES, Jolinda de Moraes; SILVEIRA, Ricardo de Jesus. Perfil socioeconômico e cultural dos estudantes da Universidade Estadual de Londrina - UEL: indicadores para implantação de uma política de assistência estudantil. Libertas, v. 6 e 7, n. 1 e 2, p. 246-264, jan./dez. 2006. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/libertas/article/view/18155. Acesso em: 18 ago. 2021.

FÓRUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS. Pesquisa do perfil socioeconômico e cultural dos estudantes de graduação das universidades federais brasileiras, 1. Belo Horizonte: FONAPRACE, 1997.

FÓRUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS. Revista comemorativa 25 anos: histórias, memórias e múltiplos olhares. UFU, 2012. Disponível em: http://www.proae.ufu.br/sites/proae.ufu.br/files/media/arquivo/revista_fonaprace_25_anos.pdf. Acesso em: 18 ago. 2021.

GOMES, Lívia Cardoso. O desafio da intersetorialidade: a experiência do Programa Saúde na Escola (PSE) em Manguinhos, no município do Rio de Janeiro. 2012. . 173 f. Dissertação (Mestrado em Ciências na área de Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, 2012. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/24563/1/ve_L%c3%advia_Cardoso_ENSP_2012. Acesso em: 23 abr. 2022.

GUZZO, Raquel Souza Lobo. Formando psicólogos escolares no Brasil: dificuldades e perspectivas. In: WECHSLER, Solange Muglia (Org.). Psicologia escolar: pesquisa, formação e prática. Campinas: Alínea, 1996.

IMPERATORI, Thaís Kristosch. A trajetória da assistência estudantil na educação superior brasileira. Serviço Social & Sociedade, n. 129, p. 285-303, maio/ago. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sssoc/a/dRhv5KmwLcXjJf6H6qB7FsP/abstract/?lang=pt. Acesso em: 23 jul. 2021.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA. Cartilha sobre saúde mental. IFPB: Reitoria, João Pessoa, 2019. Disponível em: https://www.ifpb.edu.br/prae/assistencia-estudantil/panfleto-oficial-pdf.pdf. Acesso em: 17 dez. 2021.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA. Plano de desenvolvimento institucional 2020 - 2024. IFPB: Reitoria, João Pessoa, 2021. Disponível em: https://www.ifpb.edu.br/transparencia/documentos-institucionais/documentos/pdi_ifpb20202024.pdf Acesso em: 23 dez. 2021.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA. Portaria nº 1516, de 1 de outubro de 2020. Regulamenta e estabelece as atribuições dos Núcleos de Acompanhamento Psicossocial do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. 2020. Disponível em: https://www.ifpb.edu.br/joaopessoa/assuntos/nucleo-de-acompanhamento-psicossocial/documentos/regulamento-naps.pdf. Acesso em: 12 jun. 2021.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA. Resolução nº 12, de 25 de fevereiro de 2011. Dispõe sobre a aprovação da Política de Assistência Estudantil do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. 2011. Disponível em: https://www.ifpb.edu.br/orgaoscolegiados/consuper/resolucoes/2011/resolucao-no-12 Acesso em: 16 jun. 2023.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA. Resolução nº 16, de 02 de agosto de 2018. Dispõe sobre a convalidação da Resolução-AR nº 25, de 21/06/2018 que aprova a reformulação da Política de Assistência Estudantil do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. 2018. Disponível em: https://www.ifpb.edu.br/sousa/assistencia-estudantil/documentos/resolucao-no-16-2018.pdf. Acesso em: 27 out. 2021.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA. Transcender é humanizar: IFPB / 2014-2022. IFPB: Reitoria, João Pessoa, 2022. Disponível em: http://editora.ifpb.edu.br/ifpb/catalog/book/432 Acesso em: 16 jun. 2023.

KOWALSKI, Aline Viero. Os (des)caminhos da política de assistência estudantil e o desafio na garantia de direitos. 2012. 179 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012. Disponível em: https://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/5137/1/000438212-Texto%2bCompleto-0.pdf. Acesso em: 02 set. 2021.

MARINHO-ARAÚJO, Claisy Maria. Psicologia escolar: pesquisa e intervenção. Em Aberto, v. 23, n. 83, p. 17-35, abr. 2010. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/emaberto/issue/view/217. Acesso em: 21 jan. 2022.

MEDEIROS, Cynthia Pereira de. Da competência teórica à implicação subjetiva: uma experiência de formação em Psicologia Escolar/Educacional. In: MARTÍNEZ, Albertina Mitjáns (Org.). Psicologia escolar e compromisso social: novos discursos, novas práticas (pp.211-221). Campinas: Editora Alínea, 2020.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2001.

OLIVEIRA, Aparecida Beatriz de. O psicólogo na assistência estudantil: interfaces entre Psicologia, saúde e educação. 2016. 296 p. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016. Disponível em: http://www.pgpsi.ip.ufu.br/sites/pgpsi.ip.ufu.br/files/Anexos/Bookpage/Aparecida%20Beatriz%20de%20Oliveira.pdf. Acesso em: 13 maio 2021.

OLIVEIRA, Raquel Campos Nepomuceno de; CRISÓSTOMO, Vicente Lima; OLIVEIRA, Elenilce Gomes de. Assistência estudantil e Psicologia nos institutos federais. Revista Labor, v. 1, n. 21, p. 119-129, jan./jun. 2018. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/40944/pdf. Acesso em: 27 jul. 2021.

SANTOS, Marismênia Nogueira dos; ARAÚJO, Maria Núbia de; GONÇALVES, Ruth Maria de Paula; OLIVEIRA, Ciro Mesquita de. Indivíduo e educação na perspectiva da emancipação humana. Revista Pedagógica, v. 23, p. 1-20, set. 2021. Disponível em: https://bell.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/pedagogica/article/view/6296. Acesso em: 31 maio 2022.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez, 2017.

SILVA, Bárbara Rocha. Políticas Afirmativas nos Institutos Federais: um estudo sobre Teses/Dissertações. Revista Brasileira de Educação Profissional e Tecnológica, v. 1, n. 22, jan. 2022. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/11720 Acesso em: 23 abr. 2022.

SILVA, Carlos dos Santos; PANTOJA, Avamar Filgueira. Contribuições da avaliação na identificação de efetividade e da promoção da saúde na escola no município do Rio de Janeiro. Boletim Técnico do SENAC, v. 35, n. 2, maio/ago. 2009. Disponível em: https://bts.senac.br/bts/article/view/245/241. Acesso em: 24 abr. 2022.

SOUZA, Vera Lúcia Trevisan de. Contribuições da Psicologia à compreensão do desenvolvimento e da aprendizagem. In: SOUZA, Vera Lúcia Trevisan de; PETRONI, Ana Paula; ANDRADA, Paula Costa de (Org.). A Psicologia da arte e a promoção do desenvolvimento e da aprendizagem: intervenções em contextos educativos diversos. São Paulo: Edições Loyola, 2016.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. Obras escogidas. Tomo III. Madri: Visor/MEC, 1995.

Downloads

Publicado

2023-06-26

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua