Do multiculturalismo à interculturalidade na investigação das relações de saber e poder no campo cultural da capoeira / From multiculturalism to interculturalism in the investigation of knowledge and power relationships in the cultural field of capoeira

Autores

  • Márcio Penna Corte Real Unochapecó

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v14i28.1367

Resumo

O artigo parte da discussão que analisa, preliminarmente, os conceitos de multiculturalismo e interculturalidade. Estabelece a compreensão entre estes, na medida em que o multiculturalismo, como discurso das diferenças, tem na interculturalidade seu contraponto fundamental e a possibilidade de emergência de uma concepção político- edagógica e epistemológica, capaz de suportar a produção do conhecimento educacional, em contextos permeados peladinâmica de encontro e confronto entre sujeitos de identidades culturais diferentes. As discussões são alicerçadas teórica e empiricamente pela trajetória de um grupo de pesquisas, na área da educação, da Universidade Federal de Santa  Catarina. Particularmente, é destacado o processo depesquisa em torno das relações de saber e poder no contexto das identidades culturais. Ganha  destaque aí o campo empírico formulado a partir da realização de cursospilotos de formação de educadores populares de capoeira na perspectiva intercultural da educação. Tal trajetória permite demonstrar, à guisa de  considerações finais, que a interculturalidade, ao assumir o desafio de lidarcom a diversidade cultural, apresenta os seguimentos desdobramentos: 1) trata-se de uma concepção político- edagógica, isto é, uma forma de pensar e de fazer educação, que ao invés de anular os conflitos, tenta lidar com estes a partir da ideia de diálogo intercultural; 2) uma matriz epistemológica, ou seja, uma forma de teorizar práticas educativas em cenários caracterizados pela diversidade cultural e de produzir conhecimento; 3) e uma mediação que extrapola o plano das práticas educativas e potencializa  referências para a elaboração de políticas públicas e para a convivência em sociedades permeadas pelo encontro e confronto de culturas diferentes.  

Edição

Seção

Apresentação do Dossiê