Inclusão na Educação Infantil: a experiência de uma criança com Síndrome de Down

Autores

  • Juciele Luisa Michalak Speroto
  • Dariane Carlesso

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v15i30.1587

Palavras-chave:

Capital Social. Análise Epistemológica. Administração

Resumo

A Educação Infantil tem papel fundamental no desenvolvimentoda criança. Esta é uma afirmação que tem reflexos, também, na educação dacriança com deficiência. No entanto, conhecemos pouco sobre o processoda inclusão na Educação Infantil. Logo, é em torno desta problemática queeste trabalho é construído. Buscou-se conhecer e analisar como ocorre oprocesso de inclusão da criança com deficiência nesta etapa da EducaçãoBásica. Para tanto, ocorreu um processo de observação de uma turmade Educação Infantil, maternal II, na qual estava presente uma criançade três anos, com Síndrome de Down. Durante quarenta horas, foramobservados aspectos inerentes ao processo de inclusão desta criança. Pormeio do Diário de Campo, puderam ser registradas características gerais daescola, e, especialmente, a rotina desta criança no ambiente escolar. Foramobservadas as condições de possibilidade existentes para que a criançapudesse interagir e se desenvolver no ambiente escolar, bem como osdesafios que advém desta situação. Outro recurso utilizado para conhecer osprocessos pedagógicos voltados à criança com deficiência foi à realização deuma entrevista semiestruturada com a professora da turma observada. Osmateriais construídos durante a interação com a escola escolhida apontampara a importância da criança com deficiência estar na escola de EducaçãoInfantil, e apresentam esta situação como um desafio que demanda, entreoutros aspectos, a formação do professor.    

Edição

Seção

CAMINHOS ABERTOS