De pesquisador para pesquisador: a produção de conhecimento sobre política educacional e gestão na anped- Sul (1998-2014)

Autores

  • Olinda Evangelista Universidade Comunitária da Região de Chapecó - Unochapecó
  • Jocemara Triches
  • Kamille Vaz

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v18i39.3614

Resumo

Nesse artigo expomos resultados da investigação sobre o conhecimento científico produzido pelo Grupo de Trabalho Políticas Públicas e Gestão Educacional da Associação Nacional de Pesquisadores em Educação, Regional Sul (ANPEd-Sul), no período 1998-2014. Em 16 anos, 641 trabalhos foram apresentados, tendo sido lidos 153, correspondendo a 25% do total e a 61% dos três eixos que foram privilegiados na análise – Gestão Educacional; Estado e Reformas Educacionais e Abordagens Teórico-Metodológicas em Pesquisa de Políticas Educacionais. Apresentamos o problema mais candente da produção examinada – seus aspectos teórico-metodológicos – e levantamos, simultaneamente, alguns desafios para os pesquisadores. Um deles relaciona-se ao sincretismo teórico como estratégia de análise do fenômeno educativo, o que demanda aprofundar os referenciais teórico-metodológicos tendo em vista a produção de conhecimento científico, na área de política educacional, consistente em termos de amplitude de fontes empíricas e de capacidade explicativa teórica. As questões postas pretendem contribuir para a reflexão sobre a escola pública brasileira, possibilitando que fecunde novas formas de existência social.

Publicado

2017-03-21

Edição

Seção

ARTIGOS