QUANDO QUEM AJUDA JÁ EXPERIMENTOU O SOFRIMENTO: a adesão aos valores morais de membros de equipes de ajuda que já foram vítimas de bullying

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v25i1.7367

Palavras-chave:

valores morais, Sistema de Apoio entre Iguais, Equipe de Ajuda, alvos de bullying

Resumo

Pesquisas mostram que uma das formas mais eficazes para a superação do bullying é a implementação de programas em que os próprios pares sejam formados para atuar. No Brasil, a experiência com a implantação de Equipes de Ajuda – um dos tipos de Sistemas de Apoio entre Iguais – tem sido estudada, já apresentando resultados promissores. Para responder ao problema de pesquisa, a presente investigação, de caráter descritivo e exploratório, objetiva constatar como os alunos de Equipes de ajuda se autopercebem no envolvimento em situações de bullying, bem como verificar como os alunos das Equipes de Ajuda, alvos de bullying aderem aos valores morais do respeito, da justiça e da solidariedade, analisando se há diferenças nesse modo de adesão entre os estudantes das Equipes de Ajuda que foram alvos de bullying e os que não foram. Os participantes desta investigação são 131 estudantes entre 11 e 15 anos, membros de Equipes de Ajuda de escolas públicas e particulares do Estado de São Paulo, constituindo, assim, uma amostra intencional. O instrumento metodológico utilizado consiste em um questionário contendo itens de perfil e histórias-dilema. Quando analisamos o modo de adesão aos valores supracitados, constata-se que aqueles e aquelas que apontam já terem sido vitimizados expressam maior adesão a valores morais, validando a premissa de que nessa condição tendem a melhor se sensibilizar com a dor do outro.

Biografia do Autor

Vitória Hellen Holanda Oliveira, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Mestranda em Educação Escolar pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar, da Faculdade de Ciências e Letras, campus de Araraquara (UNESP/FCLAR), com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara (UNESP/FCLAR). Foi aluna bolsista do grupo PET Pedagogia - Programa de Educação Tutorial MEC SESu, bolsista de Iniciação Científica, pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP, sob processo nº 2020/16345-0 e pesquisadora-bolsista pelo Programa de Formação e Mentoria em Pesquisas sobre Equidade na Educação, do Centro Lemann de Liderança para Equidade na Educação. Atuou como Auxiliar de Classe / Professora de Apoio Pedagógico na Cooperativa Educacional de Araraquara (Coeducar), nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Além disso, é estudante-pesquisadora do GEPEM - Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral. Desenvolve estudos e pesquisas com a temática do desenvolvimento moral, convivência ética, bullying escolar, sofrimento emocional e sentimento de pertencimento.

Luciene Regina Paulino Tognetta, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Possui graduação em Pedagogia pelo Centro Universitário Salesiano (1991), mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2001), doutorado em Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (2006) e Doutorado pela Universidade de Genebra - Suíça (2004). Pós-doutorado em Psicologia pela Universidade do Minho - Portugal (2013). Professora do Departamento de Psicologia da Educação da Faculdade de Ciências e Letras e do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da Unesp - Campus Araraquara. Pesquisadora e líder do GEPEM - Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral - Unicamp/Unesp. Membro brasileiro da FAI - American Foundation for Children localizada no Chile. Membro do Laboratório de Psicologia Genética da Faculdade de Educação da Unicamp e do Grupo de Estudos ?Ética, Diversidade e Democracia na Escola Pública? (GEDDEP) do Instituto de Estudos Avançados (IdEA), da Unicamp. Coordenador da rede de Equipes de Socorro Brasileiras (www.somoscontraobullying.com.br). Autor de livros de literatura infantil e de literatura científica na área da Educação e Psicologia Moral. Tenho experiência na área de Psicologia, com ênfase em Desenvolvimento Social e Personalidade, tratando principalmente dos seguintes temas: moral, ética, desenvolvimento afetivo, convivência escolar e bullying. Autor de livros de literatura infantil e de literatura científica na área da Educação e Psicologia Moral. Tenho experiência na área de Psicologia, com ênfase em Desenvolvimento Social e Personalidade, tratando principalmente dos seguintes temas: moral, ética, desenvolvimento afetivo, convivência escolar e bullying. Autor de livros de literatura infantil e de literatura científica na área da Educação e Psicologia Moral. Tenho experiência na área de Psicologia, com ênfase em Desenvolvimento Social e Personalidade, tratando principalmente dos seguintes temas: moral, ética, desenvolvimento afetivo, convivência escolar e bullying.

Sanderli Aparecida Bicudo Bomfim, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da UNESP/Faculdade de Ciências e Letras, campus de Araraquara. Mestra em Educação Escolar, pela Faculdade de Ciências e Letras (UNESP/Araraquara), graduada em Pedagogia pelo UNISAL Centro Universitário Salesiano São Paulo (1999), especialista em Relações Interpessoais na escola e a construção da Autonomia Moral pela UNIFRAN Universidade de Franca (2009). Membro do GEPEM, grupo dedicado a estudos e pesquisas na área da Moral. Realiza pesquisas relacionadas ao bullying, a adesão de valores morais por parte dos adolescentes e também a implantação de ações de protagonismo juvenil no ambiente escolar.

Referências

AVILÉS MARTÍNEZ, José Maria. Bullying: guia para educadores. Tradução: Guillermo Milán-Ramos. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2013.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 2001.

BOMFIM, Sanderli Aparecida Bicudo. Respeito, justiça e solidariedade no coração de quem ajuda: valores morais e protagonismo entre alunos para combater o bullying. 2019. 210 f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2019. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/181390. Acesso em: 20 abr. 2022.

COWIE, Helen. Bystanding or standing by: Gender issues in coping with bullying in English schools. Aggressive Behavior: Official Journal of the International Society for Research on Aggression, v. 26, n. 1, p. 85-97, 2000. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/(SICI)1098-2337(2000)26:1%3C85::AID-AB7%3E3.0.CO;2-5 Acesso em: 02 maio 2023.

COWIE, Helen; SHARP, Sonia. (Ed.). Peer counselling in schools: A time to listen. Routledge, 2017.

CRAIG, Wendy; PEPLER, Debra. Peer processes in bullying and victimization: An observational study. Exceptionality Education Canada, v. 5, p. 81-96, 1995.

DE FARIA BRINO, Rachel; LIMA, Maria Helena do Carmo Gomes. Compreendendo estudantes vítimas de bullying: para quem eles revelam? Psicologia da Educação, n. 40, p. 27-40, 2015. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/psicoeduca/article/view/26718 Acesso em: 02 maio 2023.

ERIKSON, Erik. Identidade, juventude e crise. 2ª ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

GILLIGAN. Carol. Uma voz diferente. Rio de Janeiro: Ed. Rosa dos Tempos, 1982.

GONZÁLEZ, Juan José Zacarés; PASTOR, María Ángeles Molpeceres. Factores personales y sociales asociados al desarrollo de la identidad relacional y ocupacional: un análisis exploratorio en adolescentes de secundaria y programas de garantia social. Revista de Psicología Social Aplicada, n. 9, p. 5-37, 1999. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=159336 Acesso em: 02 maio 2023.

GRAHAM, Sandra; JUVONEN, Jaana. Self-blame and peer victimization in middle school: an attributional analysis. Developmental Psychology, v. 34, p. 587-638, 1998. Disponível em: https://psycnet.apa.org/record/1998-01885-018 Acesso em: 02 maio 2023.

HAVIGHURST, Robert. The social competence of middle-aged people. Genetic Psychology Monographs, 1957. Disponível em: https://psycnet.apa.org/record/1959-10069-001 Acesso em: 02 maio 2023.

HAZLER, Richard. Bystanders: An overlooked factor in peer on peer abuse. Journal for the Professional Counselor, v. 11, n. 2, p. 11-21, 1996.

HINDE, Robert. Gender differences in close relationships. In: MIELL, Dorothy; DALLOS, Rudi. (Eds.). Social Interaction and Personal Relationships. London: Sage Publications, p. 324-335, 1996.

JUVONEN, Jaana. Sense of Belonging, Social Bonds, and School. In: ALEXANDER, P. A.; WINNE, P. H. Handbook of Educational Psychology Routledge. 2ª ed., p. 655-674, 2006.

KIMMEL, Douglas; WEINER, Irving. La adolescencia: una transición del desarrollo. Ariel, 1998.

LA TAILLE, Yves de. Moral e ética: dimensões intelectuais e afetivas. Porto Alegre: ArtMed, 2006.

LA TAILLE, Yves de. Vergonha: a ferida moral. São Paulo: Ed. Vozes, 2002.

LAPA, Luciana Zobel. Valentes contra o bullying: a implantação das Equipes de Ajuda, uma experiência brasileira. 316f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar), Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/181907. Acesso em: 20 abr. 2022.

MARTÍNEZ, José María Avilés; VICENTE, Nieves Torres; BARÓN, Maria Victoria Vian. Equipos de ayuda, maltrato entre iguales y convivencia escolar. Electronic journal of research in educational psychology, v. 6, n. 3, p. 863-886, 2008. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=293121916015 Acesso em: 02 maio 2023.

MENIN, Maria Suzana de Stefano; BATAGLIA, Patrícia Unger Raphael; MORO, Adriano. Estudos em Avaliação Educacional, v. 56, n. 24, p. 18-47, 2013. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?pid=S0103-68312013000300003&script=sci_abstract&tlng=pt Acesso em: 02 maio 2023.

MONTEIRO, Michelle Popenga Geraim; DE LIMA-BERTON, Tatiane Delurdes; ASINELLI-LUZ, Araci. Prevenção do bullying na infância: saberes necessários. Revista Pedagógica, v. 23, p. 1-22, 2021. Disponível em: http://bell.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/pedagogica/article/view/5784 Acesso em: 02 maio 2023.

NAYLOR, Paul; COWIE, Helen. The effectiveness of peer support systems in challenging school bullying: the perspectives and experiences of teachers and pupils. Journal of adolescence, v. 22, n. 4, p. 467-479, 1999. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0140197199902415 Acesso em: 02 maio 2023.

O'CONNELL, Paul; PEPLER, Debra; CRAIG, Wendy. Peer involvement in bullying: Insights and challenges for intervention. Journal of adolescence, v. 22, n. 4, p. 437-452, 1999. Disponível em: https://doi.org/10.1006/jado.1999.0238 Acesso em: 02 maio 2023.

PIAGET, Jean. Le langage et la pensée du point de vue génétique. Acta psychologica, v. 10, p. 51-60, 1954. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/0001691854900049 Acesso em: 02 maio 2023.

PIAGET, Jean; INHELDER, Barbel. A representação do espaço na criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

PUIG, Josep Maria; ARAÚJO, Ulisses. Educação e valores. Grupo Editorial Summus, 2007.

RECH, Ricardo et al. Prevalence and characteristics of victims and perpetrators of bullying. Jornal de Pediatria, v. 89, p. 164-170, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/jped/a/kdQJTKpDKp4dbcJxqHPDrRJ/abstract/?lang=pt Acesso em: 02 maio 2023.

SALMIVALLI, Christina; ISAACS, Jenny. Prospective relations among victimization, rejection, friendlessness, and children's self‐and peer‐perceptions. Child development, v. 76, n. 6, p. 1161-1171, 2005. Disponível em: https://doi.org/10.1111/j.1467-8624.2005.00841.x-i1 Acesso em: 02 maio 2023.

SCHOEN-FERREIRA, Teresa Helena; AZNAR-FARIAS, Maria; SILVARES, Edwiges Ferreira de Mattos. A construção da identidade em adolescentes: um estudo exploratório. Estudos de Psicologia (Natal), v. 8, n. 1, p. 107-115, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/epsic/a/X5DFFZCZsb4pmrLchTsQVpb/?format=pdf&lang=pt Acesso em: 02 maio 2023.

SHARP, Sonia et al. Time to listen: setting up a peer-counselling service to help tackle the problem of bullying in schools. Pastoral Care in Education, v. 12, n. 2, p. 3-6, 1994. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/02643949409470868?journalCode=rped20 Acesso em: 02 maio 2023.

SHARP, Sonia; COWIE, Helen. Counselling and supporting children in distress. Londres: Sage, 1998.

SOURANDER, André et al. Persistence of Bullying from Childhood to Adolescence: A Longitudinal 8-Year Follow-Up Study. Child Abuse & Neglect, Turku University Hospital, Filand, v. 24, n. 7, p. 873-881, 2000. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0145213400001460?casa_token=0ZRCPiCij2sAAAAA:SHSS8b5wQ7NU9x0RieKf2YRr005wSwHRhD4wX2RzQf7rnUWArnguY9uzxgC1gslNsSL-sXF4-a6x Acesso em: 02 maio 2023.

SOUSA SANTOS, Larissa Chaves et al. A cultura bullying na escola a partir do olhar das vítimas. Estudos e Pesquisas em Psicologia, v. 13, n. 1, p. 27-40, 2013. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/4518/451844510003.pdf Acesso em: 02 maio 2023.

SOUZA, Raul Alves de. Quando a mão que acolhe é igual a minha: a ajuda em situações de (cyber)bullying entre adolescentes. 166f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar), Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/181590. Acesso em: 20 abr. 2022.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino (Org.). Passo a passo para a implementação de um Sistema de Apoio entre Iguais: as Equipes de Ajuda. Americana: Editora Adonis, 2020a.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino (Org.). Bullying e convivência em tempos de escolas sem paredes. Americana: Editora Adonis, 2020b.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino. Sentimentos e virtudes: um estudo sobre a generosidade ligada às representações de si. 2005. Tese (Doutorado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005a.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino. Violência na escola: os sinais de bullying e o olhar necessário aos sentimentos. In: PONTES, Aldo; LIMA, Valéria Scomparim de (Org.). Construindo saberes em educação. Porto Alegre: Editora Zouk, 2005b, p. 11-32.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino. Vencer o bullying escolar: o desafio de quem se responsabiliza por educar moralmente. In: TOGNETTA, Luciene Regina Paulino; VINHA, Telma Pileggi (Orgs.) É possível superar a violência na escola? Construindo caminhos pela formação moral. São Paulo: Editora do Brasil (Unicamp), 2012, p. 98-115.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino et al. Desengajamentos morais, autoeficácia e bullying: a trama da convivência. Revista de estudios e investigación en psicología y educación, v. 2, n. 1, p. 30-34, 2015. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/986d/a3cb7b58b95c14091eec3b93c22db5927e37.pdf Acesso em: 02 maio 2023.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino; MENIN, Maria Suzana de Stefano (Org.). Reflexões para a educação. 1ª ed. Americana, SP: Adonis, 2017 (Coleção Valores Sociomorais).

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino; OLIVEIRA, Vitória Hellen Holanda; BOMFIM, Sanderli Aparecida Bicudo. Adesão a valores morais entre envolvidos em situações de bullying. Tópicos Educacionais, [S.l.], v. 27, n. 1, p. 98-119, jun. 2021. ISSN 2448-0215. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/topicoseducacionais/article/view/250284. Acesso em: 19 abr. 2022.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino; ROSÁRIO, Pedro. Bullying: dimensões psicológicas no desenvolvimento moral. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 24, n. 56, p. 106-137, 2013. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/pdf/eae/v24n56/v24n56a06.pdf Acesso em: 02 maio 2023.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino; VINHA, Telma Pileggi. Até quando? Bullying na escola que prega a inclusão social. Revista do Centro de Educação, Santa Maria, RS, v. 35, n. 3, p. 449-463, 2010. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/pdf/edufsm/v35n03/v35n03a07.pdf Acesso em: 02 maio 2023.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino; VINHA, Telma Pileggi. Valores em crise: o que nos causa indignação? In: LA TAILLE, Yves de; MENIN, Maria Suzana de Stefano. Crise de valores ou valores em crise? Porto Alegre, Artmed, 2008.

WHITNEY, Irene; SMITH, Peter K. A survey of the nature and extent of bullying in junior/middle and secondary schools. Educational research, v. 35, n. 1, p. 3-25, 1993. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/0013188930350101 Acesso em: 02 maio 2023.

Downloads

Publicado

2023-05-08

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua