Perfil sócio-funcional de idosos assistidos pelo Sistema Único de Saúde de uma cidade do Nordeste Brasileiro

Socio-functional profile of elderly people assisted by the Unified Health System in a city in Northeast Brazil

Autores

  • Felipe Lima Rebêlo Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas e Centro Universitário Cesmac
  • Melba Melissa Brito Calazans Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas
  • Nicole Fernanda dos Santos Lima Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas
  • Vitória Anjos da Silva Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.22298/rfs.2021.v9.n1.5828

Palavras-chave:

Análise socioeconômica, Dados demográficos, Idoso

Resumo

Introdução: O envelhecimento é um processo fisiológico que traz alterações no organismo do idoso, interferindo diretamente na sua capacidade funcional, assim como nas suas condições socioeconômicas e demográficas, que também podem interferir em sua funcinalidade. Objetivo: Traçar o perfil socioeconômico-demográfico e funcional de um grupo de idosos assistidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de uma cidade do Nordeste do Brasil. Métodos: Trata-se de um estudo quantitativo, transversal e descritivo, realizado com 30 idosos da Unidade Saúde da Família do Cavaco (PSF) e do Centro de Medicina Física e Reabilitação de Arapiraca (AL). Foi aplicado o IASFI, instrumento que visa obter dados de identificação, representação do estado de saúde e desempenho social dos idosos e avaliação funcional. Os dados estão apresentados em frequências relativas e absolutas. Resultados: Houve predomínância do sexo feminino (76,67%), sendo a maioria casados (63,33%), residindo com 2 a 4 pessoas (53,33%), analfabetos (66,67%) e vivendo com uma renda mensal de 1 a 2 salários mínimos (40%). Já em relação aos dados referentes à saúde e as relações sociais, a maioria relatou não praticar atividade física (66,33%), ter boa relação com familiares e amigos (66,67%). A grande maioria (83,33%) percebe a saúde como regular e todos (100%) referiram conviver com alguma doença. Mais da metade dos idosos avaliados (53,33%) apresentaram algum grau de dependência funcional. Conclusão: O perfil socioeconômico e demográfico refletiu a realidade para a população idosa do Nordeste do Brasil. Funcionalmente, identificou-se um importante grau de comprometimento funcional.

Biografia do Autor

Felipe Lima Rebêlo, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas e Centro Universitário Cesmac

Doutorando em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Sergipe. É Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Alagoas -UFAL (2012), Especialização em Gerontologia pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas – UNCISAL (2008), Graduação em Fisioterapia pelo Centro Universitário CESMAC (2006). Formação no Conceito BOBATH Adulto, reconhecido e oficializado pela International Bobath Instructors Training Association – IBITA. No meio acadêmico, é Professor Assistente da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), estando vinculado ao Núcleo de Saúde do adulto e do idoso, no curso de Fisioterapia. É Professor Titular II do curso de Fisioterapia do Centro Universitário CESMAC, onde ministra, dentre outras, a disciplina de Fisioterapia na Saúde do Idoso. Nessa mesma Instituição, é coordenador do curso de Especialização em Gerontologia. Tem experiência na área de Fisioterapia, com ênfase em Gerontologia, capacidade funcional, Qualidade de Vida e sobrecarga em cuidadores de idosos. Atualmente, vem se dedicando também ao estudo da reabilitação virtual.

Melba Melissa Brito Calazans, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas

Graduada em Fisioterapia pelo Centro Universitário Cesmac em 2008, Pós- Graduada em Fisioterapia Neurofuncional em 2011. Fisioterapeuta da equipe de Adaptação Escolar do Centro de Medicina Física e  Reabilitação de Arapiraca – CEMFRA, de 2009 a 2014. Atualmente Funcionária Pública do Centro de Reabilitação Física da Prefeitura de Coruripe.

Nicole Fernanda dos Santos Lima, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas

Graduanda em Fisioterapia pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas.

Vitória Anjos da Silva, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas

Graduanda em Fisioterapia pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas

Publicado

2021-02-01

Como Citar

Lima Rebêlo, F., Brito Calazans, M. M., dos Santos Lima, N. F., & Anjos da Silva, V. (2021). Perfil sócio-funcional de idosos assistidos pelo Sistema Único de Saúde de uma cidade do Nordeste Brasileiro: Socio-functional profile of elderly people assisted by the Unified Health System in a city in Northeast Brazil. Revista FisiSenectus, 9(1), 1-15. https://doi.org/10.22298/rfs.2021.v9.n1.5828

Edição

Seção

Artigos