POR ENTRE AS GRADES: o olhar dos docentes sobre a educação de jovens e adultos em situação de privação de liberdade nos estabelecimentos penais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v22i0.4452

Palavras-chave:

Docência, Educação de Jovens e Adultos, Privação de Liberdade

Resumo

O presente artigo é resultado de uma pesquisa realizada no ano de 2017, que apresentou como objetivo analisar as narrativas de professores sobre a Educação de Jovens e Adultos que ocorre no Complexo Penitenciário de Charqueadas. O direito à educação para os jovens e adultos em situação de privação de liberdade é um direito humano essencial e deve ser garantido pelo Estado. No complexo penitenciário, esse direito vem sendo cumprido pela escola lá instalada. A pesquisa revelou como é ser professor no sistema prisional, as implicações no desempenho docente nesse espaço e o modo de compreender a educação.

Biografia do Autor

Maria Raquel Caetano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-riograndense

Doutora em Educação pela UFRGS. Docente do Mestrado em Rede-ProfEPT no IFSUL- Campus Sapucaia do Sul-RS.

Maria Geralcina de Souza Butzlaff, Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe - RS)

Especialista em Educação e Contemporaneidade pelo IFSUL. Assistente Social na Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE-RS).

Publicado

2020-08-05

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua