PROCESSOS DE MIDIATIZAÇÃO DA PEQUENA INFÂNCIA: um estudo exploratório com crianças de 4 e 5 anos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v22i0.5494

Palavras-chave:

Infância, Crianças de quatro e cinco anos, Midiatização

Resumo

Este estudo pretende discutir o processo de midiatização da infância a partir de um estudo exploratório com crianças de quatro e cinco anos em instituições públicas brasileiras. O trabalho objetiva identificar elementos desse processo que estão presentes entre crianças pré-escolares. Pretende também verificar, a partir das interações em seus ambientes formais de educação, de que modo os seus cotidianos se conjugam com os meios de comunicação e como incorporam conteúdos midiáticos nas formas de ser/estar criança. A partir de atividades diversas com a participação ativa dos grupos, foi possível identificar a presença de elementos de midiatização em seus modos de brincar, nos brinquedos que possuem e nos que desejam adquirir, na relação que estabelecem com as mídias eletrônicas e digitais, especialmente o YouTube, com destaque para os YouTubers.

Biografia do Autor

Nádia Jane de Sousa, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (2010), mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001) e graduada em Pedagogia pela Universidade Federal da Paraíba (1990). Professora Associada da Universidade Federal da Paraíba, atuando na formação de pedagogos na área de Educação Infantil. E-mail: janenadia@gmail.com

Publicado

2020-10-30

Edição

Seção

Dossiê - Infância e Crianças: discussões à luz da Sociologia da Infância