TRABALHO INFANTIL: consequências para a saúde e a educação das crianças

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v22i0.5804

Palavras-chave:

Educação, Formação, Criança, Trabalho Infantil

Resumo

Este estudo objetiva apresentar uma reflexão crítica sobre a exploração do trabalho infantil, bem como demonstrar suas consequências no que diz respeito ao menor como sujeito de direitos, protegido por ampla legislação. A pesquisa é de caráter bibliográfico e documental, com abordagem qualitativa. Fundamenta-se, teoricamente, em dados estatísticos de relatórios do IBGE, do Unicef e de outros órgãos públicos incumbidos da proteção à criança, bem como em teóricos que tratam sobre a temática. Ainda em que pese a legislação protetiva, no Brasil, a investigação demonstrou ser o trabalho infantil, explícito ou velado, uma realidade a ser enfrentada pela sociedade, havendo a necessidade de o assunto ser pauta constante de preocupação, com vistas à erradicação do trabalho infantil, possibilitando resgatar a dignidade dessas crianças alijadas da sociedade.

Biografia do Autor

Barbara Alvim, Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR

Mestranda em Educação (Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR); Pós-graduada em Educação Especial com Ênfase em Inclusão (PUCPR), em Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa e Estrangeira e em Metodologia do Ensino Superior (Centro Universitário Internacional – Uninter); Licenciada em Letras (Universidade Federal do Paraná – UFPR). E-mail: brcalvim@gmail.com

Elza Fagundes da Silva, Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR

Doutoranda e Mestre em Educação (Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR). Graduada em Direito (PUCPR) e licenciada em Letras (Universidade Federal do Paraná – UFPR). E-mail: efagundesilva@gmail.com

Alboni Marisa Dudeque Pianovski Vieira, Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR

Doutora em Educação (Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR), Mestre em Educação (PUCPR) e em Gestão de Instituições de Educação Superior (Universidade Tuiuti do Paraná – UTP). Bacharel em Direito (Universidade Federal do Paraná – UFPR) e licenciada em Pedagogia (PUCPR). E-mail: alboni@alboni.com

Publicado

2020-10-30

Edição

Seção

Dossiê - Infância e Crianças: discussões à luz da Sociologia da Infância