IMIGRANTES ALEMÃES CATÓLICOS EM CURITIBA:

Cultura escolar e romanização

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v22i0.6452

Palavras-chave:

Educação de Imigrantes. Curitiba. Cultura Escolar.

Resumo

Este estudo analisa a relação dos imigrantes alemães, que chegaram a Curitiba a partir de meados do século XIX até início do século XX, com a educação. Vindos de regiões nas quais a escolarização fazia parte de sua cultura, estes imigrantes elegeram a educação escolar como instrumento de manutenção e transmissão da língua e da religião de origem, - os dois principais elementos de preservação da identidade étnica/cultural. O problema que guiou o desenvolvimento deste estudo interrogou em que medida a Escola Popular Alemã Católica de Curitiba fundada em 11 de maio de 1896, atual Colégio Bom Jesus, se inseriu no processo de implantação do catolicismo romanizado em Curitiba e, como a cultura escolar ali desenvolvida contribuiu para a concretização de tal objetivo. Dentre as fontes utilizadas, destacam-se o acervo documental disponível no Arquivo Pró-memória do Colégio Bom Jesus e ainda, relatórios do governo do estado do Paraná, a imprensa periódica de Curitiba e bibliografia pertinente. Teórica e metodologicamente a pesquisa se insere na perspectiva da Nova História Cultural, mais especificamente nos estudos relacionados à história das instituições escolares e da cultura escolar. Os resultados apontam que a escola estudada atendia um público específico, em sua maioria filhos de imigrantes alemães católicos, que traziam consigo a preocupação de preservar na nova Pátria a cultura do país de origem. Para tanto, o aprendizado da língua alemã, ao lado do cultivo da religião Católica, segundo seus moldes, eram elementos fundamentais. Assim, nos seus primeiros anos de funcionamento, a instituição caracterizou-se como uma escola étnica, que se inseriu no processo de implantação do catolicismo romanizado em Curitiba, e a cultura escolar nutrida em seu interior colaborou para esse intento.

Biografia do Autor

Luis Lopes, CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER

Doutor em Educação pela Universidade Tuiuti do Paraná. Professor do Curso de Pedagogia e da Área de Humanidades do Centro Universitário Internacional UNINTER. Membro do Grupo de Pesquisa: EAD, presencial e o híbrido: vários cenários de docência, currículo, de aprendizagens e políticas públicas. E-mail: luís.l@uninter.com  

 

Ariclê Véchia, Universidade Federal do Paraná

Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo e Pós-doutorado em História Comparada da Educação pela Universidade de Coimbra (2004-2005). Professora aposentada da Universidade Federal do Paraná. E-mail: arikele@hotmail.com

Referências

A ESTRELLA. Orgam Catholico, Scientlfico, Literario e Noticioso. Redator-chefe: Constante Affonso Coelho; depois A. Teixeira -de Freitas. Primeira Comunhão Curitiba: Ano I, Nº 39, 19.12.1898.

ARNS, Frei João Crisóstomo. Uma escola centenária em sua moldura histórica. Curitiba: Linarth, 1997.

AZZI, Riolando. A Igreja na formação da sociedade brasileira. Aparecida, SP: Editora Santuário, 2008.

BALHANA, Altiva Pilatti. Imigração e colonização. In. História do Paraná. Curitiba: Grafipar, 1980.

BOLETIM ECCLESIÁSTICO DA DIOCESE DE CORYTIBA. Orgam da Cúria de Corytiba. Curitiba, Ano 1, nº1, 1901.

CAMPOS, Névio de. Intelectuais e Igreja Católica no Paraná: 1926-1938. Ponta Grossa: Editora UEPG: 2010.

DREHER, M. N. Igreja e Germanidade. São Leopoldo, RS: Editora Sinodal, EDUCS, Escola Superior de Teologia São Lourenço de Brindes, 1984.

DÓRIA, Osvaldo. Educação passos de uma caminhada. In: ASSOCIAÇÃO FRANCISCANA DE ENSINO BOM JESUS. História e Estórias do “Bom Jesus”. Curitiba: Linarth, 1980.

FEDALTO, Dom Pedro Antônio Marchetti. História da Igreja no Paraná. Curitiba: Serzegraf, 2014.

FUGMANN, Wilhelm. Os alemães no Paraná. 1ª ed. atualizada. Tradução: Francisco Lothar Paulo Lange. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2010.

JORNAL. O Município. Appello. Curitiba, 15 de abril de 1899. Disponível em: <http://memoria.bn.br/hdb/uf.aspx> Acesso em: 05.fev.2021.

JORNAL. O Município. Secção Livre. Curitiba, 17 de abril de 1899. Disponível em: <http://memoria.bn.br/hdb/uf.aspx> Acesso em: 05.fev.2021.

JULIA, Dominique. A cultura escolar como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação. São Paulo, n.1, p.9 - 43, jan./ jun.2001. Disponível em: <http://www.rbhe.sbhe.org.br/index.php/rbhe/article/view/273> Acesso em: 10.Ago.2021.

LOPES, Luís Fernando Lopes. O Colégio Bom Jesus: de escola étnica à escola franciscana. Curitiba, Universidade Tuiuti do Paraná, 2017. [Tese de Doutorado].

MACHADO, Maria Cristina Gomes; CURY, Carlos Roberto Jamil. A educação na constituição republicana do estado do Paraná (1892) e seus desdobramentos. Acta Scientiarum. Education. Maringá, v. 36, n. 2, p. 199-209, July-Dec., 2014. Disponível em:

http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciEduc/article/view/20465/13218> Acesso em: 27.Jan.2021.

MANOEL, Ivan A. Igreja e educação feminina (1859-1919): uma face do conservadorismo. São Paulo: Editora da Unesp, 1996.

MARCHETTE, Tatiana Dantas. Corvos nos galhos das acácias: anticlericalismo e clericalização em Curitiba; 1896-1912.Curitiba: UFPR, 1996. [Dissertação de Mestrado]. Disponível em: <https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/32998/

D%20-%20TATIANA%20DANTAS%20MARCHETTE.pdf?sequence=1 > Acesso em: 08.Jun.2021.

NEGRÃO, Régis Ferreira. Imigração alemã e educação católica na Curitiba de finais do século XIX e início do século XX. Itaituba SP: Universidade São Francisco, Programa de Pós-Graduação Strictu sensu 2008. [Dissertação de Mestrado em Educação].

NOSELLA, Paollo; BUFFA, Ester. Instituições escolares: Por que e como pesquisar. In: SANTOS, A. V. dos; VECHIA, A. (Orgs.). Cultura Escolar e História das Práticas Pedagógicas. Curitiba: UTP, 2008.

O CENÁCULO. Ano II, 11º fasciculo, Tomo II. Coritiba, Fevereiro de 1896. Disponível em: <http://memoria.bn.br/hdb/uf.aspx > Acesso em 15.Mar.2017.

PARANÁ. Relatório do inspetor geral da Instrução Pública ao presidente Venâncio José de Oliveira Lisboa, em 29 de dezembro de 1870. Curitiba: Tip. Cândido Lopes, p. 4.

PEREIRA, Heloísa Helena Daldin. O habitus cajuruense: cultura escolar do Curso Normal do Colégio Nossa Senhora de Lourdes. Curitiba: UTP, 2014 [Tese de Doutorado em Educação].

STRAUBE, Ernani Costa. História do Colégio Bom Jesus. Arquivo Pró-Memória do Colégio Bom Jesus. Curitiba, PR. s/d. [Texto produzido para divulgação interna no Colégio Bom Jesus].

VECHIA. Aricê. Cultura, currículo e diferença: o espaço escolar como um locus de formação de identidades no Paraná Provincial. In: SANTOS, Ademir Valdir dos e VECHIA. Ariclê. (Orgs). Cultura Escolar e História das Práticas Pedagógicas. 1ª Ed. Editora Universidade Tuiuti do Paraná, 2008.

VECHIA, Ariclê. Imigração e educação em Curitiba, 1853-1889. São Paulo: USP, 1998 [Tese de doutorado].

VICTOR Nestor. A terra do futuro (Impressões do Paraná). Rio de Janeiro : Tipografia do “Jornal do Comércio” de Rodrigues & C., 1913.

Publicado

2021-10-08

Edição

Seção

Dossiê Imigração e Colonização alemãs no Brasil